Foto: Igor Soares/Ministério da Defesa.

Dedicação, persistência e foco fizeram parte da rotina de 205 jovens, que agora integram a Turma Árion e tornam-se Cadetes da Aeronáutica. Como marco da conquista, os alunos receberam o espadim, nesta sexta-feira (09), na Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga, São Paulo. O Ministro da Defesa, Walter Souza Braga Netto, compareceu ao evento, ao lado do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

Após o primeiro semestre de estudos, receber o espadim, símbolo do Cadete, representa o êxito dos novos alunos, com o ingresso na Academia da Força Aérea. A partir de agora, eles são oficialmente cadetes e vão cursar mais três anos e meio na Academia.

Eles escolhem a especialização que querem seguir: Ciências Aeronáuticas, com habilitação em Aviação Militar, Ciências da Logística, com habilitação em Intendência da Aeronáutica, e Ciências Militares, com habilitação em Infantaria da Aeronáutica. Entre os 205 alunos, há 34 mulheres, sendo que 13 querem ser aviadoras e 24, intendentes.

Na ocasião, o Ministro da Defesa parabenizou os estudantes, aprovados em disputado exame de admissão nacional. “O sucesso nessa empreitada reside em buscar o contínuo aprimoramento intelectual, a higidez física e o fortalecimento dos valores éticos e morais”, ressaltou.

Foto: Igor Soares/Ministério da Defesa.

Os jovens receberam o espadim das mãos dos seus padrinhos e madrinhas, orgulhosos pela conquista dos afilhados. O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, lembrou que, “nos próximos anos, muitos degraus serão colocados em seus caminhos. O que exigirá de cada um resiliência, perseverança e espírito de renúncia”.

Estiveram presentes na cerimônia o Vice-Presidente da República, Antonio Hamilton Martins Mourão; o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos; o Comandante da Escola Superior de Guerra, Luis Roberto do Carmo Lourenço, ministros, deputados e demais autoridades.

Primeiros colocados

A Turma Árion é composta por 138 aviadores, 42 intendentes e 22 infantes. O Cadete Renan Pavan Sá foi o primeiro colocado no Curso de Formação de Oficiais Aviadores. Ele contou que sempre foi maravilhado pela aviação e viu na Força Aérea a concretização de um sonho. “Eu espero continuar descobrindo todas as possibilidades incríveis que a Força Aérea pode proporcionar. Pretendo continuar me esforçando para fazer valer tudo que está sendo investido na formação de todos que optaram por seguir essa nobre carreira”, disse.

A Intendência teve como primeiro colocado o Cadete Davi Spinelli Mariano. Seu avô, que já foi sargento da Marinha, foi sua inspiração para tornar-se militar. “A jornada não foi fácil. Foram horas de muito estudo para conseguir alcançar a primeira colocação”, contou.

Já o Cadete Vitor Hugo Garcia Moreira obteve a primeira colocação na área de Infantaria. “Sinto-me muito lisonjeado com essa oportunidade. A AFA sempre me encheu os olhos e, agora que estou aqui, posso ver o quão grandiosa ela é, assim como a FAB”, disse ele.

Homenagem

A Turma Árion foi assim denominada por representar o mais veloz dos seres alados da mitologia grega. Integram esse grupo de alunos três cadetes estrangeiros, oriundos do Senegal, Benin e Togo, países do continente africano.

Via Ministério da Defesa

DEIXE UMA RESPOSTA