Canadá compra novos mísseis e demais atualizações para seus caças CF-18 Hornet

CF-18 da RCAF- Foto: Força Aérea Real Canadense

O governo canadense aprovou a compra de 50 mísseis ar-ar Raytheon AIM-9X Block II Sidewinder. O pedido de compra foi feito para o Departamento de Estado dos EUA e para a Cooperação em Segurança de Defesa dos EUA Agência (DSCA). Os armamentos serão utilizados pelos CF-18 Honets.

Além dos mísseis serão comprados sistemas de atualizações adicionais do CF-18. O pacote ainda inclui 10 mísseis de treinamento Sidewinder, 38 unidades ativas de radar de varredura eletrônica Raytheon APG-79 (V) 4 ativas, 20 armas de afastamento de juntas Raytheon e a instalação de um sistema automatizado de prevenção de colisões no solo. Ao todo esse pacote irá custar US $ 832 milhões.

CF-18 Hornet-Foto: RCAF

“Esta venda fornecerá ao Canadá uma ponte de dois esquadrões de aeronaves F / A-18A aprimoradas para continuar cumprindo os compromissos da NORAD [Comando de Defesa Aeroespacial da América do Norte] e da OTAN, enquanto gradualmente introduz novas aeronaves avançadas por meio do Projeto de Capacitação do Futuro entre 2025 e 2035”, diz o DSCA.

Esses mísseis e as demais atualizações servirão para manter ativa a frota dos caças CF-18, até que se tome uma decisão sobre a compra de novos caças para o país. Alguns exemplos que estão na disputa são o F/A-18E/F Super Hornet da Boeing, o F-35A Lockheed Martin, e o SAAB Gripen E. Ao todo serão adquiridas 88 aeronaves.

Para manter a frota ativa foram adquiridos algumas unidades de caças F-18 da RAAF (Real Força Aérea da Austrália- Foto acima).

O contrato dos novos caças está previsto para 2022 e o primeiro caça deverá ser entregue em 2025.

Fonte de apoio: Flight Global/ Edição: Aeroflap


DEIXE UMA RESPOSTA