Canadá envia ‘breguinha’ para resgatar cidadãos no Marrocos

Foto: Nolinor

O Governo do Canadá enviou um Boeing 737-200 de matrícula C-GNLN para o Marrocos. A aeronave decolou de Shannon a caminho da Casablanca, no Marrocos.

A aeronave operada pela Nolinor Aviation, com mais de 36 anos de idade, estava na parte final de um itinerário de três paradas a partir de sua base em Montreal, a fim de resgatar canadenses incapazes de chegar em casa.

A aeronave estava originalmente programada para decolar de Montreal às 04h00 da manhã de quinta-feira (19) por algum motivo saiu atrasado, decolando às 09h03 daquele dia.

De Montreal, viajou para Goose Bay, aterrissando uma hora e meia depois. Tendo consumido combustível suficiente para o salto transatlântico, a aeronave seguiu para Reykjavik, na Islândia, chegando às 18h22 (hora local).

Depois de um curto período de tempo no solo, para reabastecimento, o 737 foi da Islândia para Shannon, na Irlanda. Finalmente, depois de uma parada noturna, partiu na manhã do dia 20/03 às 07h47 para a etapa final de sua jornada, e pousou em Casablanca às 12h00 (hora local).

A aeronave já voltou para Montreal, no Canadá, pousando no dia 21 de março no local.

O 737-200 faz parte da primeira geração do 737, a linha conhecida como ‘Classic’. Seu alcance relativamente curto de 2600 milhas e a falta de certificação ETOPS exigiram a necessidade de três paradas na viagem para Casablanca.


O 737-200, de matrícula C-GNLN, está na Nolinor desde 2007.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA