Nesta última semana o Governo Alemão assinou uma autorização que praticamente dá início ao desenvolvimento do novo carro-voador da Airbus, que está sendo feito em parceria com a Audi.

Os aviões de testes poderão fazer voos perto da fábrica da Audi, em Ingolstadt, ela fica à 500 quilômetros de Berlim. Em uma área reservada para evitar problemas com o tráfego aéreo comum.

A Alemanha até celebrou esse avanço tecnológico, através do Ministro dos Transportes Andreas Scheuer, que relatou a possibilidade desse veículo diminuir os congestionamentos e aumentar o nível de engenharia do país.

O protótipo Pop.Up, como é chamado atualmente, estará pronto até o final de 2018, mas a Airbus juntamente com a Audi não tem previsão exata do início dos testes.

O CityAirbus ou Pop.Up é uma demonstração de tecnologia de um veículo elétrico de decolagem e aterrissagem vertical (VTOL) com capacidade de dois a quatro passageiros. O desenho foi feito pela ItalDesign, e apresentado pela Airbus no Salão de Genebra de 2017, sendo um grande destaque no evento.

O Pop.Up também pode alternar a qualquer momento entre o voo e o tráfego em solo, ele também pode pousar na vertical, já que suas quatro hélices funcionam como um quadricóptero, semelhante aos famosos drones da DJI.

A Airbus espera que esse novo conceito seja capaz de atingir o público comum e que diminua o trânsito nas grandes cidades abruptamente, além é claro de diminuir as distâncias dentro da cidade, já que agora você pode configurar o computador do carro para voar direto ao seu destino, sem cruzar milhares de esquinas, avenidas, marginais e ruas apertadas.

Com um enorme painel touchscreen, um computador bem potente, hélices com motores elétricos, além do interior todo na cor branca, o Pop.Up engana e até poderia ser chamado de carro do Elon Musk, se não fosse o enorme nome Airbus na carenagem das enormes hélices. É composto de três partes principais e que se separam, a hélice propulsora, uma base com rodas e a cápsula dos passageiros.