Airbus A400M Helicópteros
Foto: Airbus

O avião de carga militar Airbus A400M de nova geração conduziu com sucesso uma importante campanha de certificação de reabastecimento em voo de helicópteros, completando a maioria de seus objetivos de desenvolvimento e certificação.

A Airbus Defence and Space pretende obter a certificação completa de reabastecimento em voo de helicópteros ainda este ano, com a conclusão de todos os testes de operação noturna obrigatórios.

Os testes de voo, realizados em coordenação com a Direção-Geral do Armamento da França (DGA), envolveram operações com dois helicópteros H225M da Força Aérea Francesa.

Foto: Airbus

A campanha ocorreu em condições diurnas e noturnas na costa oeste da França entre 1.000 pés e 10.000 pés e velocidades de voo de até 105 nós. Nesses voos, foram realizados 81 contatos molhados e transferências de 6,5 toneladas de combustível, que incluíram o reabastecimento simultâneo de dois helicópteros pela primeira vez.

Os testes confirmaram os resultados positivos das operações de contato seco e úmido realizadas em 2019 e 2020.

O reabastecimento em voo de helicópteros é uma capacidade militar única e fundamental para as operações das Forças Especiais, envolvendo aeronaves com diferentes perfis de voo e compartilhando um envelope de voo comum muito limitado, exigindo padrões de voo em formação fechada em baixas altitudes e condições noturnas.

Foto: Airbus

Com essa capacidade, o Airbus A400M se torna uma das poucas aeronaves-tanque do mundo capaz de tais operações. O H225M multifuncional é um dos poucos helicópteros do mundo capaz de reabastecimento em voo, estendendo o alcance padrão de 700 NM em até 10 horas de voo.

O A400M é certificado como padrão para ser rapidamente configurado como um avião-tanque. Com capacidade para 50,8 toneladas de combustível nas asas e na caixa da asa central, sem comprometer a área do porão, também podem ser instalados dois tanques adicionais de porão, fornecendo 5,7 toneladas adicionais de combustível cada.

Os tanques de porão de carga separados permitem o uso de diferentes tipos de combustível, permitindo que o A400M atenda às necessidades de diferentes tipos de aeronaves receptoras.

Foto: Airbus

Via: Airbus