Capitã Sarah Kociuba- Foto: Fox 13

Como já noticiado aqui no portal Aeroflap, bombadeiros da USAF farão parte da abertura do Super Bowl 2021, agendada para este domingo (7/02). A novidade é que uma piloto vai liderar a formação dos aviões, trata-se da capitã e instrutora, Sarah Kociuba. 

A capitã que possui um currículo de 90 missões de combate e mais de 1.700 horas de voo em cinco diferentes modelos de aeronaves, vai comandar um bombardeiro furtivo B-2A Spirit, pertencente a uma base aérea no estado do Missouri.

Ao todo serão três bombadeiros que farão um sobrevoo no estádio Raymond James Stadium, Flórida, onde acontecerá o grande jogo de Futebol Americano.

As aeronaves envolvidas são o B-2A da capitã Sarah, um B-1B Lancer e por fim um clássico B-52H, totalizando assim os três bombardeiros operacionais da USAF.

 As aeronaves irão sobrevoar o estádio durante a execução do hino nacional dos EUA, algo que é muito comum em eventos esportivos norte-americanos como, por exemplo, nas 500 milhas de Indianapolis.

Bombardeiros da USAF. De cima para baixo: B-1B Lancer, B-52H e B-2 Spirit- Foto: USAF

“Obviamente, é um cronograma muito dinâmico que pode mudar com frequência enquanto estamos no ar”, disse Kociuba em entrevista o Fox 13. “Então, (a equipe do Super Bowl) estará constantemente falando comigo enquanto estou administrando a formação para garantir que estejamos no estádio na hora certa.”

B-2A Spirit- Foto: USAF

“Provavelmente todos estaremos voando em torno de sete a nove horas”, completa Kociuba.


As aeronave vão sair de suas respectivas bases e estados (Missouri, Dakota do Sul e Dakota do Norte), e vão se encontrar na região da cidade de Tampa, Flórida. As aeronaves vão fazer reabastecimento aéreo (REVO).

 

Fonte de apoio: FOX 2 Now 

Edição: Aeroflap