Foguete chinês Long March 3B com o satélite Beidou 3- Foto: CASC

A China lançou ontem o satélite Beidou-3. O lançamento coordenado pela Corporação Aeroespacial de Ciência e Tecnologia da China (CASC), aconteceu às 21h43 do leste no Xichang Satellite Launch Center, sudoeste da China.

O satélite que presta serviços nevegação de GPS foi lançado pelo foguete Long March 3B. O satélite Beidou 3 foi colocado em órbita com sucesso de transferência geossíncrona.

O satélite irá completar a constelação de 27 satélites em órbita média da Terra, cinco em órbita geoestacionária e mais três em órbitas geossíncronas inclinadas. 

É possível que esses satélites também possam ser usados com finalidades militares por parte do governo chinês.

O sistema Beidou chinês se une aos sistemas GPS dos EUA, GLONASS da Rússia e Galileo europeu.

A volta dos boosters de foguetes chineses geralmente não caem em um lugar pré-determinado, podendo atingir vilas por exemplo. Os boosters do lançamento de ontem por sorte não atingiram uma área habitável.

A fumaça vista provavelmente foi causada pelo oxidante residual de tetróxido de dinitrogênio. O primeiro estágio e os quatro reforçadores laterais da Long March 3B usam uma combinação de propulsor hiperbólico tóxico de hidrazina e tetróxido de dinitrogênio. 


Em novembro um desses boosters caiu e destruiu uma casa na Região Autônoma de Guangxi Zhuang, sul da China. 

Vejam o lançamento do satélite Beidu 3B de ontem no vídeo abaixo:

 

Fonte de apoio: Space News/ Adaptações: Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA