Jato Executivo Bombardier Global 6000
Foto: Air Jet Táxi Aéreo/Reprodução

Na guerra política que estamos enfrentando atualmente, foi destaque na semana o jato executivo utilizado pelos ex-presidentes Lula e Dilma, em uma viagem de campanha para Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

O PR-VDR é um avião habilitado para o transporte de pessoas em regime de Táxi Aéreo, e logicamente pertence a uma empresa que presta esse tipo de serviço, a Air Jet Táxi Aéreo Ltda, que comprou o avião da Vale em 2015.

Mesmo fabricado em 1999, Bombardier Global Express XRS é um dos aviões mais espaçosos do ramo de jatos executivos. Seu interior pode ser equipado com uma cama queensize, assentos espaçosos e um sistema de entretenimento exclusivo, com internet via satélite. Ele é similar ao Global 6000, versão atualizada e vendidas até pouco tempo atrás pela Bombardier, que o substituiu pelo Global 6500.

A Air Jet Táxi Aéreo opera esse avião praticamente com sua capacidade máxima, e no interior podemos encontrar confortáveis poltronas, como visto na imagem acima, acabamentos dourados e um grande sofá. A empresa de táxi aéreo diz que pode transportar até 14 passageiros com esse avião.

CONHEÇA O NOVO BOMBARDIER GLOBAL 6000 DE LUCIANO HANG, DA HAVAN

Este jato pode ligar São Paulo à Nice, na França, sem escalas, com oito passageiros e quatro tripulantes a bordo. Pode percorrer 6000 milhas náuticas ou 11112 km com oito passageiros e velocidade de Mach 0,89. A altitude máxima é de 51000 pés, voando acima dos aviões comerciais como os operados pela Azul, GOL e LATAM.

O Global Express tem 30,3 metros de comprimento, e 28,7 metros de envergadura (de uma ponta da asa até outra). O seu tamanho é similar a um Embraer E175-E1, que pode transportar 80 passageiros.

De Londres o Global XLS pode voar sem escalas para várias metrópoles dos EUA, Ásia e Europa.

O avião é equipado com dois motores da família Rolls-Royce BR700, os mesmos que também propulsionam aviões como Boeing 717 e Fokker 100, que podem transportar entre 100 a 120 passageiros a bordo.

No cockpit há um moderno sistema de aviônicos desenvolvido pela Bombardier, com disponibilidade de HUD para otimizar o trabalho de cada piloto, e um sistema de visão sintética, que aumenta a segurança das operações. Este avião pode realizar procedimentos de aproximação RNAV, RNP (para voos de cruzeiro) e RNP AR, para operar sem auxílio de equipamentos de solo em regiões remotas.

Cockpit da aeronave.

O Global Express XLS/6000 é uma das aeronaves executivas mais vendidas do mundo, tendo seu valor estimado em US$ 59 milhões, ou quase R$ 280 milhões na cotação atual. Além desta aeronave, a Air Jet também lista um Challenger 604 e um Learjet 45 como disponíveis para voos fretados, além de helicópteros da Airbus de três modelos diferentes.

Provavelmente nesta curta operação, custeada pela campanha do presidenciável, um Learjet 45 poderia suprir a necessidade para o curto voo e com poucos passageiros a bordo, com um custo de operação consideravelmente menor.

Foto: Reprodução/Twitter

 

Essa matéria não representa qualquer opinião política do site AEROFLAP. É somente para curiosidade do nosso público.