Esquema que mostra como seria por dentro o 747 modificado para tal missão- Foto: Via Web

A aviação é um ramo de muitas curiosidades, várias ideias já surgiram neste meio fascinante que é o mundo da aviação. Uma destas ideias é bem cena de filme, que tal um avião, mais especificamente um Boeing 747 que poderia lançar e recolher aviões em voo?

Pode parecer uma coisa estranha mais ou menos entre os anos 50 a 70 isso chegou a ser cogitado e estudo pela fabricante norte-americana e pela USAF.

O projeto se chamou Airborne Aircraft Carrier (AAC), resumidamente o 747 levaria aviões especiais chamados de (microfighters) dentro de sua fuselagem e os lançaria para e os pegaria de volta em seguida. Além disso, o 747 poderia reabastecer estas aeronaves para que as missões pudessem durar o maior tempo possível.

Na época da base aérea de Wright – Patterson, em Ohio, havia sido escolhida para que fosse feitos os estudos deste projeto o tanto estranho, pois lá funcionava a Dynamics Laboratory Força Aérea dos EUA.

Neste esquema abaixo podemos ver como os militares da época pensariam que seria o projeto do ACC.

Projeto do 747 ACC- Foto: Via Internet

Durante o desenvolvimento do projeto um estudo foi feito e nele se visava até ações em relação ao movimento soviético da época, como por exemplo os 747 ACC não serem identificados por radares da ex-URSS.

Também foi estuda a possibilidade de colocar estes ACCs em lugares estratégicos como no Oriente Médio por exemplo.


Maiores detalhes sobre esse ambicioso projeto podem ser vistas neste link que dá acesso a um PDF com maiores informações.

https://apps.dtic.mil/dtic/tr/fulltext/u2/529372.pdf

O tempo passou e vimos que o Boeing 747 porta-aviões nunca chegou a ser projetado e utilizado, os estudos da época apontaram que seria inviável tal projeto mas que entra no roll de curiosidades da aviação.

Curiosidades rápidas: Dirigíveis Porta-Aviões

Ainda dentro deste cenário de lançar coisas de outro objetos voadores, existiram os microfighters que são aeronaves que poderiam ter transportada e lançadas por outro veículo aéreo e isso chegou a acontecer mas por meio de dirigíveis.

Alguns exemplos que podemos citar foi o grande dirigível inglês Class 23 projetados pela Vickers. Foram construídas 4 unidades na época I Guerra Mundial.

Foto: Via Internet

O USS Macron da Marinha dos EUA foi utilizado como, a grande aeronave a ar podia transportar até, cinco Curtiss F9C Sparrowhawk de um assento para observação ou duas -Assento Fleet N2Y-1 para o treinamento.

Foto: Via Internet

 

Fontes de apoio:

Edição: Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA