Motor J58 do SR-71 Blackbird- Autor da foto desconhecido

Um vídeo antigo, de 1986, mostra o teste do motor J-58 que era usado no avião mais rápido do mundo, o famoso SR-71 Blackbird. O teste foi conduzido pelo MSgt John Wiltison, na base aérea de Beale, EUA.

Apesar de ser um vídeo antigo, e a imagem não ter a qualidade das atuais, conseguimos perceber a potência do J50, que era capaz de produzir um empuxo máximo de 32500 libras – mais de 160.000 cavalos de potência de eixo, o colocando assim no topo da lista dos motores a jato mais poderoso que já foram feitos.

O J58 proporcionava ao Blackbird chegar a incrível marca de Mach 3, ou seja, 3 vezes a velocidade do som. O J58 foi usado apenas em outras duas aeronaves além do SR-71, o “irmão” A-12 e o interceptador Lockheed YF-12.

O SR-71 precisava de um motor que garantisse grande velocidade mesmo voando bem alto, a 70.000 pés, assim ele sobrevoava o território inimigo e fazia imagens de bases e demais instalações militares inimigas. O SR-71 era um avião-espião que voava mais alto e mais rápido que qualquer avião da época da então conhecida Guerra Fria.

DEIXE UMA RESPOSTA