• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Custo elevado do querosene de aviação pode travar o setor, diz ALTA

Querosene de Aviação QAV ABEAR Combustível Combustíveis de aviação Petrobras ALTA BR Aviation

A Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA) participou do webinar ‘Voa Brasil’ realizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Durante o evento, o CEO da ALTA, José Ricardo Botelho levantou a questão sobre os custos elevados com querosene de aviação e os impactos que podem trazer para o setor que está em recuperação.

Preço do querosene de aviação

“É preciso rever a precificação do combustível de aviação, que é um dos mais caros do mundo. Esse é um entrave para o desenvolvimento de um setor que poderia crescer e se conectar muito mais, não apenas internamente, mas com outras regiões”, disse Botelho. 

Os preços cada vez mais elevados corroboram com a preocupação do setor. O custo do querosene de aviação foi 183% maior em janeiro de 2023 se comparado com janeiro de 2021. “Hoje o combustível equivale a 50% da estrutura de custos de uma companhia aérea”, afirmou o CEO da ALTA.

Gráficos de custos ALTA

Apesar disso, de acordo com Botelho, o Brasil tem potencial para atrair investimentos em todas as áreas conectadas à aviação – turismo, infraestrutura, negócios. E muito já foi feito por meio de uma agenda propositiva adotada pela ANAC e SAC.

“A consequência dessas medidas é que o país saiu de 33 milhões de viajantes em 2015 para quase 100 milhões em 2022.  O crescimento do número de passageiros ao longo dos anos reflete a competitividade do Brasil, já que mais viajantes significa mais investimentos e infraestrutura”, explicou.

O CEO destacou que a ALTA lançou o Índice de Competitividade dos Países da América Latina e Caribe 2022, onde foram analisados os principais aspectos que determinam a competitividade para o transporte aéreo, comprovando que os países que removem regulamentações e custos desnecessários ajudam a impulsionar o transporte aéreo.

“O Brasil está em uma excelente posição no que diz respeito a atratividade e competitividade, com uma das taxas aeroportuárias mais baixas do mundo. Isso é mérito da ANAC, que por ser independente por lei trabalha como agência de estado. Essa autonomia é um fator relevante para dar segurança jurídica para todos que querem investir no país”, disse Botelho.

Veja também:

 

Via: ALTA

 

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.