Divisão cargueira da Amazon recebe três aviões que operavam na Delta Airlines

Amazon Prime Air

A Amazon Prime Air está a cada dia mais expandindo a sua frota, e pouco antes do Natal a aérea do Grupo Amazon recebeu três novos aviões para reforçar as operações de carga.

Os três aviões são do modelo Boeing 767-300ER, e operavam anteriormente na Delta Airlines. O acordo entre a Amazon e a Delta é para a compra direta dos aviões pela ATI Internacional, outro braço de cargas que atua pela Amazon.

Os aviões envolvidos tem as seguintes matrículas: N1610D, N1611B, N1612T. Os dois primeiros foram fabricados em 2000, e o último em 2001, todos serão convertidos em aeronaves cargueiras, para então voar pela Amazon Air.

Os aviões serão operados pela Atlas e ATI Internacional, através de um acordo da Amazon Prime Air de wet-leasing, onde a empresa fornece toda a infraestrutura e a gigante de varejo entra somente com a carga no avião, facilitando as operações.

A Amazon justifica esse crescimento da frota com base na demanda cada vez crescente para entregas rápidas no e-commerce. Além disso, a companhia teve um papel estratégico transportando EPIs dentro dos Estados Unidos, durante essa pandemia.

A Amazon ainda espera operar quase 200 aviões nos próximos sete a oito anos, visto o crescimento pela demanda de envios rápidos. Fora isso, a Amazon planeja ter uma frota de drones para realizar entregas de produtos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA