A Azul Linhas Aéreas lançou neste ano seu podcast oficial no Spotify, o “Conversa Azul” que já conta com três episódios. E neste último, a companhia divulgou mais novidades sobre a frota e novos serviços para os passageiros.

Falando sobre a parte cargueira da companhia, a diretora da Azul Cargo, Izabel Reis, comemorou no podcast um acordo com a Fiat, para o transporte de peças.

Além disso, a executiva ressaltou que a companhia está trabalhando para fazer algumas alterações na frota cargueira da companhia.

O podcast também entrevistou o Daniel Bicudo, Diretor de Marketing e Negócios da Azul, que falou sobre as novidades nos serviços da Azul para os passageiros.

 

Frota de carga

A primeira é sobre a frota da companhia. Atualmente a Azul Cargo tem dois aviões Boeing 737-400F, um dos modelos mais utilizados do mercado para o transporte de carga, no entanto o contrato de leasing dessas aeronaves vence em breve, em 2023, de acordo com a diretora.

Por este motivo a Azul começou a analisar o Airbus A321 P2F, versão convertida do A321ceo para cargueiro. A nova aeronave permite um maior volume interno de carga, além de transportar 7 toneladas a mais em comparação com o 737-400F.

ST Engineering
A321ceo convertido para cargueiro. Foto: ST Engineering/EFW

O A321ceo também pode chegar na frota padronizando com a frota de passageiros.

Izabel ainda ressaltou que a Azul chega a utilizar cada 737F por até 9 horas em um dia. O extenso uso dos aviões de carga acabaram resultando em um alto custo de manutenção desses aviões mais antigos.

Os novos Embraer E-Jet que entraram na divisão cargueira, inicialmente adaptados e ainda com assentos no interior, deverão ganhar uma atualização que permite retirar todos os assentos.

Com isso, a executiva disse que a capacidade salta de 6 para 10 toneladas de carga. Os E-Jets deverão continuar na Azul Cargo Express nos próximos anos, devido a boa eficiência do avião nesse tipo de serviço.

 

Internet Gratuita a 38000 pés

Enquanto muitas companhias aéreas apostam em oferecer o serviço de Wi-Fi de maneira paga a bordo, a Azul está buscando meios de viabilizar a implementação totalmente gratuita do serviço.

A internet Wi-Fi funciona via satélite e já foi implementada pela GOL e a LATAM no Brasil, antes pela Avianca Brasil que acabou falindo em 2019. A Azul, por sua vez, começou recentemente a colocar o Wi-Fi na sua frota.

Azul Linhas Aéreas Wi-Fi Internet
Embraer E195-E2 (PS-AEH) já com o sistema de Wi-Fi instalado.

Bicudo, responsável pelo marketing da companhia, disse que busca agora até três marcas para anunciar na Plataforma Azul, como revista, nos aeroportos, televisão de bordo e até nos guardanapos. Essa renda com marketing deverá “bancar” os custos do serviço, ou pelo menos amenizar os custos para a companhia.

No Brasil a Azul será a única a oferecer o wi-fi gratuito. Todas as outras companhias com o serviço vendem o mesmo através de planos.

Atualmente são 10 aviões da Azul com Wi-Fi. Em uma última entrevista que realizamos com a companhia, a meta é instalar o sistema em uma aeronave por semana.

 

Você pode conferir o episódio completo no Spotify Clicando Aqui.