Embraer Turboélice
Imagem: Divulgação Embraer

A fabricante brasileira Embraer apresentou ontem (13) detalhes de sua nova aeronave que terá a capacidade de transportar entre 50 e 90 passageiros. O novo avião apresentado tem um conceito novo adotado pela fabricante e lembra a fuselagem do ERJ-135/145.

O novo turboélice chega com grande expectativa na Embraer, pois a aeronave poderá ser um substituto dos antigos ERJ-135/145 além de aeronaves da família Bombardier/Mitsubishi CRJ, o novo projeto traz o conceito de cauda em ‘T’ e com motores turbo-hélices na cauda.

A aposta da Embraer é que o mercado regional precisa de um avião novo com novas tecnologias que permitem voar mais com menos custos operacionais. A fabricante brasileira detalhou que o novo avião terá custos operacionais e emissões 20% a menos em relação a geração anterior.

Imagem: Divulgação Embraer

Durante a apresentação do novo projeto, Luis Carlos Affonso que é Vice-Presidente Sênior de Engenharia disse que o novo conceito de motores instalados na cauda irão permitir um voo mais silencioso, proporcionando uma semelhança com aviões com motores a jato tornando a viagem mais confortável.  

Outro motivo pela nova posição dos motores está relacionado ao combustível, o novo avião deverá utilizar hidrogênio líquido para ser reabastecido. Com a asa mais limpa e com um novo design, o novo turboélice brasileiro deverá ter uma eficiência de voo melhorada em relação aos antigos modelos, podendo voar à velocidades maiores e com mais estabilidade.

A Embraer não lançou oficialmente o novo avião, a empresa brasileira está avaliando as condições do mercado especialmente nos Estados Unidos, onde a presença da fabricante é forte no mercado regional. A expectativa é de que a nova aeronave possa ser lançada ao mercado em 2022, dependendo das condições do cenário da aviação.  

DEIXE UMA RESPOSTA