Embraer E190

O primeiro Embraer E190 da Myanmar Airways International (MAI) iniciou voos comerciais a partir de Yangon, operando quatro voos por dia. Um segundo E190 está previsto para chegar no dia 23 de dezembro para a companhia aérea expandir suas rotas e incluir nove destinos pelo país, substituindo turboélice utilizados pela sua empresa irmã, a Air KBZ.

A MAI também assinou um contrato para o Programa Pool de suporte com a Embraer, programa que tem a adesão de todos os operadores dos E-Jets na Ásia-Pacífico. São agora quatro novos clientes de E-Jets na região, excluindo a China, desde o início de 2020.

“Nossos pilotos, atendentes de cabine, área de manutenção e toda equipe estão orgulhosos em ter o E190 servindo nossos clientes com uma experiência de voo superior”, disse Saravanan Ramasamy, CEO da MAI. “Estamos animados com essa produtiva parceria com a Embraer. A operação do E190 marca ainda outro importante momento na estratégia de expansão de frota da MAI e no desenvolvimento das rotas domésticas. Com uma demanda crescente, estamos planejando aumentar a frequência de operação com o E190 para oito voos por dia.”

“O início dos voos com o E190 da Myanmar Airways International vai aumentar a conectividade em Myanmar”, disse Raul Villaron, Diretor da Embraer Aviação Comercial para a Ásia-Pacífico. “A companhia aérea vai se beneficiar do desempenho e da eficiência da aeronave e do generoso compartimento de carga, enquanto os passageiros aproveitam o conforto de cabine. A MAI poderá operar com total confiança porque nosso serviço e suporte de excelência está aqui para apoiá-la.”

Em preparação para a operação do E190, oito pilotos da MAI passaram por um mês de treinamento inicial em setembro de 2020 em Zguhai, na China. Em paralelo, a Embraer conduziu o curso para concessão de licença para os engenheiros da companhia aérea.

O Programa Pool da Embraer oferece cobertura completa de reparos para componentes e partes, manutenção estrutural e acesso ilimitado a um amplo estoque de componentes do centro de distribuição da companhia.

Com isso, os operadores se beneficiam de uma queda significativa de custos com reparo e estoque, reduzindo a área necessária de armazenagem e recursos para gestão, enquanto garante os mais altos níveis de desempenho. O principal centro de distribuição da Embraer na região da Ásia-Pacífico está localizado em Singapura.


 

DEIXE UMA RESPOSTA