Azul Embraer E195-E2
Foto: Pedro Viana/Aeroflap

A Azul Linhas Aéreas recebeu exatamente no dia 12 de setembro o PR-PJN, a mais nova e moderna aeronave da sua frota. Com intenção de substituir os conhecidos E-Jets de 1ª geração, as novas aeronaves chegavam na frota diminuindo bastante o custo por passageiro transportado.

A entrega e apresentação da aeronave foram realizadas no dia 12 de setembro, nas instalações da Embraer em São José dos Campos (SP). Além da imprensa, as duas empresas brasileiras aproveitaram para fazer uma grande comemoração para convidados na parte da noite, que você pode conferir no vídeo abaixo.

Como não poderia faltar, a Azul equipou sua nova aeronave com uma pintura especial. A matrícula do E195-E2 (PR-PJN) também leva uma homenagem nas siglas ao primeiro presidente da companhia aérea, Pedro Janot.

As cores da pintura especial abrangem a toda fuselagem com um tom de azul escuro, sendo que a parte traseira é revestida por palavras que descrevem as metas da Azul. Internamente a companhia chama essa pintura de “Sou Azul”.

Os 136 assentos em classe econômica são diferentes do primeiro E195-E1, mas a distribuição 2-2 continua, uma característica da fuselagem dos E-Jets da Embraer. Em comparação com um E195 de 1ª geração, que tem 38,65 metros de comprimento, o novo E195-E2 tem 41,5 metros de comprimento, e 7 metros a mais de envergadura (asa).

A aeronave entrou oficialmente em operação em outubro de 2019, logo depois de realizar um voo com convidado e imprensa entre Viracopos (Campinas) e Brasília.

David Neeleman, fundador da Azul, dentro do E195-E2 no dia da entrega (12 de setembro).

Ao longo dos meses seguintes, e até mesmo durante a pandemia, a Azul continuou recebendo mais aviões E195-E2. A companhia paralisou as entregas da sua nova aeronave, devido aos impactos da crise, e planeja voltar a receber esses aviões de forma rotineira somente a partir de 2024.

Com uma encomenda total para 75 aviões E195-E2, a Azul recebeu até o momento nove aeronaves deste modelo, algumas com pinturas especiais que você pode conferir Clicando Aqui.

Confira no vídeo abaixo como é realizar um voo nesse novo e silencioso avião:

As metas de desempenho do E195-E2 deveriam ser semelhantes às do E195, mas com mais carga útil (adição de 12 passageiros). Os resultados, no entanto, mostram melhorias significativas em muitos aspectos, implementadas no processo de projeto da aeronave. 

“Mais de 500 dos nossos 870 voos diários ainda são realizados pela primeira geração [dos E-jets]. No futuro, todos eles serão realizados pelo E2, resultando em um custo 14% menor e 10% a mais de receita em cada voo”, disse David Neeleman, um dos fundadores da Azul, durante uma entrevista no momento da entrega.

“Um exemplo da economia do E2, nós decolamos de Brasília através de 5 a 6 voos por dia, com o E195-E1, na nova geração mantemos o mesmo valor gasto por esses voos mas podemos saltar para 8 voos diários”, disse John Rodgerson, Presidente da Azul.

A autonomia máxima é de 2600 milhas náuticas (4800 km) com carga total de passageiros, 600 milhas náuticas a mais que o E195-E1.

 

DEIXE UMA RESPOSTA