Foto - Embraer/Divulgação

A Embraer anunciou a introdução do recurso Ground Power Mode (GPM) no jato executivo Phenom 300E para independência de energia em operações terrestres. O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa na Conferência e Exposição de Aviação Executiva da Associação Nacional de Aviação Executiva de 2018 (NBAABACE), em Orlando, Flórida.

O GPM preserva convenientemente as condições ideais da cabine em condições, bem como a iluminação para facilitar o embarque, o desembarque e o manuseio de bagagem de passageiros, independentemente de fontes externas de energia.

A nova capacidade GPM do Phenom 300E permite que os pilotos operem um dos motores para alimentar os sistemas ambientais, de iluminação e de entretenimento da aeronave durante as operações em solo. Além da conveniência da independência da fonte de alimentação, especialmente em aeroportos remotos com limitações de horas de operação, disponibilidade de equipamentos de suporte terrestre ou infraestrutura de energia, o tempo de operação do motor não acumulará como horas de voo.

O GPM simula uma Unidade de Potência Auxiliar (do inglês, Auxilary Power Unit) dispensando assim sua necessidade, eliminando peso adicional na aeronave e custos de manutenção. A nova capacidade será disponibilizada gratuitamente aos novos clientes do Phenom 300E e por meio de um boletim de serviço aos atuais proprietários do Phenom 300E e Phenom 300.

“O Phenom 300E continua a agregar valor aos nossos clientes e representa o equilíbrio ideal de desempenho, conforto, eficiência e confiabilidade”, disse Luciano Castro, vice-presidente de programas da Embraer Aviação Executiva. “Com a independência de energia do Phenom 300E por meio de sua nova capacidade de modo de energia no solo, nossos clientes poderão aproveitar a cabine durante operações em solo com condições climáticas extremas em destinos remotos com fontes de energia limitadas.”

O recurso GPM do Phenom 300E foi desenvolvido em parceria com a Pratt & Whitney Canada. O modelo de motor PW535E que propulsiona o Phenom 300E atende e excede as demandas de alta utilização do mercado de aviação executiva com intervalos de manutenção especificamente adaptados, recursos fáceis de manutenção e excelente economia operacional.

O projeto durável, compacto e leve do PW535E resulta no excelente desempenho e eficiência de combustível do Phenom 300E, que é até 19% maior do que seu concorrente mais próximo. Essa conquista acontece junto com outro importante marco do programa para a Embraer, que é a chegada do 1000º motor PW535E, que comprovou sua confiabilidade de alto desempenho em mais de 1,5 milhão de horas de operação.

O anúncio foi feito no primeiro aniversário do lançamento do novo modelo de jatos leves, o Phenom 300E na 2017 NBAA-BACE, em outubro de 2017. O novo modelo de aeronave recebeu a designação “E” para “Enhanced” em referência à sua nova cabine com Embraer DNA Design e o Upper Tech Panel exclusivo da Embraer e o HD CMS / IFE (Sistema de gerenciamento de cabine / InFlight Entertainment), do líder do setor, a Lufthansa Technik.

Originalmente lançado em 2005, o Phenom 300 entrou no mercado em 2009. Liderando o segmento de jatos leves desde 2012, o Phenom 300 é o jato leve mais entregue desde 2013, com quase 500 aeronaves em 30 países. As entregas do Phenom 300E começaram em março de 2018, tendo recebido no primeiro trimestre seu certificado de tipo da Agência Federal de Aviação dos EUA (FAA), da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) e da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) do Brasil.