Foto - Embraer

Em uma cerimônia realizada na LABACE 2019, nesta terça-feira (13/08), a Embraer recebeu da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) a certificação do Praetor 500, seu novo jato executivo médio com uma expansão no alcance em comparação com a linha Legacy 450/500.

Isso permite que as entregas do Praetor 500 para os clientes da aeronave sejam iniciadas.

O novo jato também será certificado pela FAA e EASA, que são órgãos dos Estados Unidos e Europa, respectivamente. 

Daniel Moczydlower, Vice-Presidente Executivo de Engenharia & Tecnologia da Embraer, Michael Amalfitano, Presidente & CEO da Embraer Aviação Executiva, Francisco Gomes Neto, Presidente & CEO da Embraer S.A., e Ricardo Bezerra, Diretor-Geral da ANAC, participam de evento de certificação do Praetor 500 pela ANAC durante a Labace 2019.

O Praetor 500 é um jato médio com alcance intercontinental de 3.250 milhas náuticas (6.019 km) e capacidade de até nove passageiros, sendo capaz de partir de São Paulo para qualquer cidade na América do Sul ou ir à Europa ou Estados Unidos com uma única parada.

O Praetor 500 será a aeronave de médio-porte mais rápida, capaz de chegar à Europa a partir da costa oeste dos EUA com uma única parada.

Confira abaixo um voo completo, direto do cockpit, que realizamos no novo Praetor 500 da Embraer, o último voo antes da aeronave receber sua certificação:

A tecnologia avançada também é abundante em toda a cabine, começando com o Upper Tech Panel, exclusivo da indústria, que exibe informações de voo e oferece recursos de gerenciamento de cabine também disponíveis em dispositivos pessoais por meio do Honeywell Ovation Select.

A conectividade de alta capacidade e de alta velocidade para todos a bordo está disponível por meio da banda Ka da Viasat, com velocidades de até 16 Mbps e IPTV, outro recurso exclusivo do setor para jatos executivos de porte médio e super médio.

Os jatos Praetor apresentam o conjunto de aviônicos de estado da arte, Rockwell Collins ProLine Fusion, com recursos inéditos como exibição vertical de meteorologia, alerta situacional similar ao de controle de tráfego aéreo com ADSB-IN e a capacidade preditiva do radar de identificação antecipada de cisalhamento de vento. Os comandos são Full-Fly-By-Wire.

Foto – Pedro Viana/Aeroflap

As cabines de comando do Praetor também oferecem opções que incluem o E2VS (do inglês Embraer Enhanced Vision System) com HUD (do inglês, Head-up Display) e EVS (do inglês, Enhanced Vision System), Sistema de Referência Inercial (do inglês, Inertial Reference System) e Sistema de Orientação de Visão Sintética (do inglês, Synthetic Vision Guidance System).