Aeronave da USAF desembarcou um M142 HIMARS na estrada da ilha sueca.

Em um treinamento conjunto na Suécia, uma aeronave MC-130J Commando II da Força Aérea dos Estados Unidos pousou em uma estrada na ilha sueca de Gotland, no dia 23/10. Logo após parar na rodovia, o avião desembarcou um veículo lançador de foguetes M142 HIMARS. 

O MC-130J do 67º Esquadrão de Operações Especiais da USAF, sobrevoou o local em formação com um C-130H da Força Aérea Sueca (designado localmente como TP 84). Os cargueiros turboélices também foram escoltados por um par de caças JAS-39C Gripen. 

Assim que pousou na estrada, o MC-130 abriu sua rampa traseira parcialmente, ainda em movimento. Com a aeronave parada, a rampa foi completamente aberta e o M142 HIMARS (High Mobility Artillery Rocket System) saiu do avião, junto com outros militares. O veículo se deslocou para o canteiro ao lado da estrada enquanto o Hércules de operações especiais decolava. 

Os tripulantes do HIMARS, que pertence à Guarda Nacional do Wisconsin, simularam o disparo de foguetes. Depois, o veículo ainda foi embarcado no TP 84 Hércules e foi levado para outro lugar. 

Toda essa operação faz parte de um exercício conjunto entre forças especiais dos EUA e Suécia. O treinamento bilateral é liderado pelos suecos e ocorre no sul do país e na própria Ilha de Gotland. “Para poder realizar operações especiais em uma situação difícil, devemos ser treinados juntos, ter sido testados juntos em condições controláveis ​​e, assim, construir uma confiança mútua nas habilidades uns dos outros. É por isso que os exercícios recorrentes com nossos parceiros aqui e fora de casa são tão importantes”, diz o chefe do comando das forças especiais, General-Brigadeiro Anders Löfberg.

“Ao nos desafiarmos constantemente e aos nossos parceiros, estamos constantemente melhorando. Só podemos conseguir isso por meio de exercícios conjuntos recorrentes e intercâmbios com nossos parceiros”, afirmou Löfberg sobre a operação com o HIMARS. 

Similar ao ASTROS II brasileiro, o M142 HIMARS é desenvolvido e fabricado pela Lockheed Martin Missiles & Fire Control. Trata-se de um MLRS (Multiple Launch Rocket System), capaz de empregar seis foguetes de 227mm ou um míssil de grande porte MGM-140 ATACMS. O sistema está em serviço nos EUA, Romênia, Jordânia, Filipinas e Emirados Árabes. 

DEIXE UMA RESPOSTA