Os A-29 do EDA riscam os céus sobre a Itaipu. Foto: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

Na quarta (12) e quinta-feira (13), as aeronaves A-29 Super Tucano da Esquadrilha da Fumaça sobrevoaram aas Cataratas do Iguaçu, o Marco das Três Fronteiras, a Ponte da Amizade e a Itaipu Binacional, usina hidrelétrica que completa 47 anos na próxima segunda-feira (17).

Além da usina, o próprio Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), como a Esquadrilha é chamada oficialmente, também está de aniversário: a unidade celebra 69 anos nesta sexta-feira. 

Os sobrevoos não foram apresentações típicas do EDA, como as vistas em shows aéreos e eventos de portões abertos, com diversas acrobacias. Desta vez, as passagens dos A-29 da Fumaça vieram com o objetivo de retomar os voos e captar imagens das aeronaves sobre as cataratas mundialmente famosas e Itaipu, a segunda maior hidrelétrica do mundo.

EDA sobrevoando a Itaipu. Foto: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

“Estávamos meio parados e precisávamos retomar nossas atividades”, diz o major-aviador Juliano Augusto Souza Nunes, um dos pilotos do EDA. “Como há algum tempo queríamos  fazer imagens do A-29 nas Cataratas e na Itaipu, que já havia nos convidado para uma apresentação em 2020, o que não aconteceu por causa da pandemia, decidimos vir agora para sobrevoar a região e fazer os nossos registros”, afirma. “Essa confluência de fatores operacionais e de aproximação com a Itaipu Binacional nos trouxe até aqui.”

Uma das características do EDA; a escrita no céu. Foto: Kiko Sierich/IB.

As aeronaves do EDA também estiveram acompanhadas de um C-105 Amazonas (CASA C295) do Esquadrão Onça (1º/15º GAv), que foi usado como plataforma para o registro das imagens, que também foram captadas através de câmeras montadas nos A-29. 

Via Itaipu Binacional.