Dois aviões ROMBAC 1-11, uma versão do BAC 1-11 fabricada na Romênia, foram leiloados ontem (27) com lances iniciais partindo de 25 mil euros. Os aviões foram utilizados para o transporte presidencial da Romênia há alguns anos, e substituídos por aeronaves mais modernas.

Além da sua história como avião presidencial, o modelo também é bastante raro na história da aviação. A Bucharest Aircraft Company construiu apenas nove aviões ROMBAC 1-11 entre 1982 e 1989, e não nenhum exemplar em operação, exceto esses.

Os dois aviões, de matrículas YR-BRE e YR-BRI, foram leiloados por € 120.000 e € 165.000, respectivamente. O lance inicial para cada avião era de € 25.000.

O ROMBAC 1-11 de matrícula YR-BRE serviu como avião presidencial de 1985 a 1989, durante o governo do ditador Nicolae Ceausescu. Já o avião de matrícula YR-BRI começou a operar em 1989, após Ion Iliescu assumir como presidente do país, este ficou ativo até os anos 2000. Todos estavam sobre posse da Força Aérea da Romênia nos últimos anos.

O YR-BRI também operou nas companhias Romavia, a estatal romena, Egypt’s Air Memphis e Cyprus ‘Aerotrans Airlines, através de contratos de arrendamento de curto prazo da estatal. O avião está estocado desde 2002, de acordo com dados do site Planelogger.

Os aviões podiam transportar até 119 passageiros, e era movido por dois motores Rolls-Royce Spey Mk 512-14DW, mesmo modelo utilizado pelo Gulfstream II e III. A autonomia de voo é de 3500 km.

Tanto Ceausescu como Iliescu são conhecidos pelos seus governos com diversos crimes contra a humanidade, com diversas mortes de opositores e manifestantes para manter o poder em cada mandato.

Apesar das acusações realizadas em 2018 sobre a sua atuação na revolução de 1989, que resultou na morte de quase 1000 pessoas, Iliescu seguiu nos últimos anos trabalhando na política nacional, sendo presidente, senador e chefe do Partido da Social-Democracia da Romênia.

Veja detalhes do leilão Clicando Aqui.