A secretária da Força Aérea, Heather Wilson, visitou a Polônia recentemente. Em sua visita Heather reforçou as parcerias dentro do meio militar que os EUA e a Polônia podem tomar daqui para frente.

“Nos Estados Unidos, temos uma nova Estratégia Nacional de Defesa”, disse Wilson. “Um elemento da nossa Estratégia Nacional de Defesa é o aprofundamento de nossas alianças. Quando se trata de alianças, nossa parceria com a Polônia é importante e muito forte. Os Estados Unidos, como a Polônia, reconhecem que a ameaça é real e que é melhor trabalharmos juntos, para dissuadir ameaças, então estamos respondendo depois do fato. Aqueles com aliados prosperam. Aqueles que não murcham, isso é verdade para uma grande potência como os Estados Unidos, como é verdade para a Europa”, conclui.

Os EUA já tinham anunciado que poderia acontecer a venda de caças F-35 Lightining II para a Polônia, além disso outras quatro nações estão interessadas no caça stealh norte-americano.

“Só neste ano os Estados Unidos abriram o Red Flag, que é o nosso alto treinamento, e no próximo ano a Polônia vai participar”, disse a secretária Heather Wilson. Isso mostra que os EUA querem colocar a Polônia dentro ciclo aéreo e que a cartada seria o F-35.

Vale ressaltar que a parceria dos dois países é grande, existem cerca de 4.500 forças militares americanas em toda a Polônia. O país já opera aeronaves de fabricação dos EUA, como os caças F-16 Fighting Falcon e é um país membro da OTAN.