Estados Unidos proíbem a entrada de cidadãos do Brasil

Foto - Chris Lofting

Neste domingo (24/05) a Casa Branca anunciou que os EUA vão impedir a entrada de não-cidadãos que viajam do Brasil.

A principal justificativa dos Estados Unidos é o surto de coronavírus no Brasil, com um aumento de casos nas últimas semanas.

O governo Trump “determinou que a República Federativa do Brasil está passando por uma transmissão generalizada e contínua de pessoa a pessoa” do vírus, de acordo com um comunicado da Casa Branca. 

As novas restrições se aplicam a qualquer cidadão que estivesse no Brasil por até 14 dias antes de tentar entrar nos EUA, disseram as autoridades, acrescentando que a medida não afetaria o comércio entre os dois países.

O Presidente Trump acrescentou na declaração: “Decidi que é do interesse dos Estados Unidos tomar medidas para restringir e suspender a entrada nos Estados Unidos, como imigrantes ou não imigrantes, de todos os estrangeiros que estavam fisicamente presentes na Federação, a República do Brasil, durante o período de 14 dias anterior à entrada ou tentativa de entrada nos Estados Unidos.”

Assim como os EUA, o Brasil já impõe desde março uma restrição de entrada de estrangeiros no país, que no último dia 22 de maio foi prorrogada por mais 30 dias, até 22 de junho.

O Brasil registrou mais de 347000 casos de COVID-19, contabilizando os dados apresentados no último sábado, o segundo atrás dos EUA no número de infecções.


O Brasil também registrou mais de 22000 mortes. Enquanto nos EUA houveram mais de 96000 mortes.

 

DEIXE UMA RESPOSTA