Caças F-35B dos EU e do Reino Unido- Foto: RAF

O Secretário de Defesa em exercício, Christopher C. Miller, e o Secretário de Estado da Defesa do Reino Unido, Ben Wallace, co-assinaram a Declaração Conjunta para a implantação do Carrier Strike Group 2021. 

A Declaração Conjunta permite a implantação de pessoal e equipamento do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA e da Marinha dos EUA, incluindo um destacamento da aeronave F-35B Lightning II do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA e USS THE SULLIVANS (DDG-68) da Marinha, como parte de uma combinação Reino Unido-EUA grupo de ataque de porta-aviões, liderado pelo porta-aviões do Reino Unido, HMS QUEEN ELIZABETH. 

Porta-aviões HMS Queen Elizabeth- Foto: RAF

Este desdobramento ressalta a força de nossos laços bilaterais e demonstra a interoperabilidade EUA-Reino Unido, sendo que ambos são princípios fundamentais da Estratégia de Defesa Nacional dos EUA.

Os líderes esperam ver o culminar de quase uma década de cooperação entre os EUA e o Reino Unido, quando o Carrier Strike Group 2021 partir de Portsmouth, no Reino Unido, ainda este ano.

 

Fonte: U.s Departamnet of Defense

DEIXE UMA RESPOSTA