Peça-chave na logística da Azul, a Oficina de Rodas e Freios da companhia, localizada estrategicamente ao lado do Aeroporto de Viracopos, completa, em agosto, 15 meses de operação.

Com sede em Campinas, principal hub da empresa no Brasil, essa área crucial para a Azul, de 1,3 mil m², é responsável por realizar a manutenção e reparos de rodas e Freios de todos os aviões da diversificada frota da empresa.

Desde que foi realizado o primeiro reparo de roda de um avião da companhia, em 30 de abril de 2020, já foram feitos até hoje mais de 4.500 procedimentos de manutenção, entre consertos de rodas e freios.

Azul

Com uma série de ganhos para a operação da Azul, como a diminuição dos prazos de manutenção, redução de custos e maior agilidade nas operações de retorno de itens ao estoque de peças, a Oficina de Rodas e Freios integra o plano estratégico da Azul de conectar serviços vitais para a operação dos seus aviões, não apenas em Viracopos como também em todas as cidades que contam com voos da empresa.

A oficina emprega cerca de 30 pessoas, a grande maioria de técnicos de manutenção certificados pela ANAC, que atuam em duas linhas de atuação: a de revisão parcial, em que é realizada a desmontagem das rodas, limpeza de todas as partes, inspeção visual e dimensional, reparo e montagem das rodas e troca de pneus; e a revisão geral, na qual se inclui também, além de todas essas etapas, a pintura dos semicubos e testes de componentes. Os protocolos de manutenção de freios também são os mesmos aplicados às rodas, contemplando desmontagem, limpeza, inspeção, reparos, montagem e teste.

 

Oficina high tech

Foto: Azul/Divulgação

Com equipamentos semiautomatizados de fabricação alemã para realizar o destalonamento, remoção dos parafusos e montagem das rodas, a Oficina de Rodas e Freios da Azul possui uma moderna infraestrutura que inclui equipamentos de última geração, como torno mecânico, forno, prensa hidráulica, gerador de nitrogênio e equipamento de shot peening, permitindo que a execução de reparos dos semicubos e partes seja feita na própria oficina.

“Isto é um diferencial que temos, pois na maioria das MROs, os reparos são executados externamente ou em áreas distantes da oficina, ocasionando um aumento no tempo total de revisão e a necessidade, muitas vezes, de maior estoque no almoxarifado”, destaca Álvaro Garcia, Gerente Manutenção Oficinas da Azul, que capitaneou o projeto e implantação da Oficina de Rodas e Freios.

Interior do Hangar de Manutenção da Azul, em Viracopos. A nova oficina auxilia nos trabalhos da companhia no local, também otimizando a disponibilidade de aviões na malha.

“Para a companhia, a Oficina de Rodas e Freios na área de Viracopos é estratégica, pois ela fica situada no maior hub da empresa e junto ao estoque central do almoxarifado, que faz a distribuição de rodas e freios para todo o Brasil, além de alimentar as trocas no hangar e pista de Viracopos e prover imediatamente todo o material utilizado pela Oficina”, observa o gerente.

Ainda de acordo com ele, o TAT atual da Oficina de Rodas e Freios da Azul para a revisão parcial de rodas é bem agressivo se comparado com o mercado.

Foto: Azul/Divulgação

“Estamos com dois dias entre o recebimento e retorno ao estoque”, destaca. Segundo Álvaro, estão sendo avaliados atualmente alguns processos visando à redução total do TAT da roda e freio na Oficina.

“Esta redução nos permitirá ter um retorno ainda mais rápido entre o componente e o estoque, diminuindo assim a quantidade de reservas para melhor atender a frota da Azul”, conclui.

 

OFICINA DE RODAS E FREIOS EM NÚMEROS

  • R$ 10 milhões foram investidos pela Azul na criação da Oficina de Rodas e Freios;
  • 30 funcionários diretos integram a equipe da oficina, entre técnicos de manutenção e auxiliares técnicos;

•  4.348 reparos de rodas realizados entre Abril de 2020 a Agosto de 2021

 

Conheça o Centro de Manutenção da Azul em Viracopos (Campinas), nos vídeos abaixo:

 

DEIXE UMA RESPOSTA