24 caças F-22, 1 C-17 Globemaster III e 1 E-3 E-3 Stentry AWECS, durante o exercício Elephant Walk- Foto:USAF

Esta última terça-feira (26/03) foi um dia atípico na Base Aérea Conjunta Elmendorf-Richardson, no Alasca, pois foi realizado o exercício “Elephant Walk”.

Não é a primeira vez que ocorre esse exercício, mas não é algo corriqueiro e sempre que acontece de fato chama a atenção.

Ao todo foram 24 caças F-22 Raptor taxiando pela pista de decolagem, e de grupos em grupos foram decolando. E daí o nome Elephant Walk”, pois o tamanho e o números de aeronaves que fazem um treino conjuntos de fato chama a atenção.

F-22 e um E-3 Stentry AWECS durante taxi- Foto: USAF

Uma parte dos Raptors são pertencentes ao 477º Esquadrão de Caça, outros são da 3ª Ala de caça, que é situada no norte dos EUA e tem um papel fundamental na defesa da pátria naquela região.

O Elephant Walk de ontem também contou com a presença de aeronaves de transporte, e o avião radar, que foi o caso de um C-17 Globemaster III e um E-3 Sentry AWACS que fizeram parte do treino conjunto com os Raptors.

Além do exercício Elephant Walk, a USAF também está conduzindo o Polar Force, exercício que dura duas semanas e ocupa outra base, ele tem como objetivo a melhor interação, treino e troca de experiência entre pilotos de diferentes esquadrões.

A USAF já realizou em 2019 outros exercícios do tipo Elephant Walk, envolvendo caças F-22.

Abaixo, um vídeo mostrando o “Elephant Walk” que ocorreu no Alasca.