Foto: Dongsen News.

Um caça F-16B Block 20 Fighting Falcon da Força Aérea Taiwanesa (ROCAF), matrícula 6829, acabou sofrendo uma excursão de pista durante um treinamento na Base Aérea de Pingtung por volta das 6h32 da última segunda-feira (30). Ninguém se feriu e a aeronave ficou levemente danificada.

O 6829, que tem como sede a Base Aérea de Hualien, era tripulado por dois Tenentes-Coronéis e estava sendo usado para um treinamento de prontidão de combate em antecipação ao exercício Han Kuang 37, onde aeronaves da ROCAF operarão a partir de uma autoestrada. O evento de treinamento será realizado entre os dias 13 e 17 de setembro.

No vídeo, a aeronave toca a cabeceira 32 de Pingtung, com o piloto mantendo o nariz levantado, tentando frear o caça aerodinamicamente. No entanto, o jato não desacelera o suficiente. O piloto ainda acionou o paraquedas de arrasto, mas a aeronave seguiu em movimento até cair em uma vala. Equipes de socorro que já estavam de prontidão em virtude do treinamento correram até o avião. 

Em entrevista, o Comandante do Estado Maior da ROCAF, Huang Chih-wei, informou que os dois tripulantes não se feriram, mas foram levados ao hospital para uma avaliação. O militar também afirmou que um comitê de investigação foi criado para investigar a causa do incidente. O gravador de dados de voo do avião será analisado.

Segundo dados do portal Flightglobal, a Força Aérea de Taiwan possui 140 caças F-16A/B. Os aviões estão sendo atualizados para o padrão F-16V Viper, onde as aeronaves recebem novos computadores de missão, radar AESA, nova suíte de guerra eletrônica, aumento da consciência situacional e demais upgrades. 

DEIXE UMA RESPOSTA