O Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e a Avibras Indústria Aeroespacial, localizados em São José dos Campos (SP), assinaram, na quinta-feira (11), um Memorando de Entendimento com o objetivo de buscar maior cooperação estratégica para o desenvolvimento e a execução conjunta de ações, programas e projetos tecnológicos, bem como incrementar atividades de pesquisa e prospecção científico-tecnológica, observando boas práticas de sustentabilidade, respeito ao meio ambiente e busca pelo desenvolvimento de tecnologias de impacto positivo no alcance das metas estabelecidas pelo país.

O Diretor-Geral do DCTA, Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar, explica que o memorando traz a oportunidade de maior aproximação entre as instituições no desenvolvimento de produtos de defesa e até mesmo de uso dual – tecnologias que podem ser utilizadas para fins civis e militares. “Além de possibilitar maior operacionalização dos laboratórios existentes no Departamento, reduzindo, assim, custos de investimento em programas de interesse conjunto”, completa.

“Com uma maior sinergia entre as Instituições Científicas Tecnológicas do DCTA e a Avibras, será possível a identificação e o desenvolvimento de tecnologias de interesse do Brasil, potencializando a geração de aplicações industriais inovadoras e até disruptivas”, enfatizou o Diretor-Presidente da Avibras, João Brasil Carvalho Leite.

Indústria

brás

A Avibras é uma empresa de engenharia detentora de conhecimento no desenvolvimento de tecnologia e soluções para as áreas de Defesa e Civil. No setor aeroespacial é uma das pioneiras no Brasil em construção de aeronaves, desenvolvimento e fabricação de veículos espaciais para fins civis e militares. Entre os projetos desenvolvidos para a Força Aérea Brasileira (FAB), atualmente, estão o míssil A-Darter e o motor S-50, parte do programa Veículo Lançador de Microssatélite (VLM).

Fonte: FAB

Fotos: Avibras