Foto - German Air Force

De acordo com uma reportagem da revista Der Spigel publicada hoje (02/05), a Luftwaffe (Força Aérea da Alemanha) está com uma frota reduzida de caças Eurofighter Typhoon.

O problema não é de caráter financeiro, mas está relacionado a uma falha técnica nos pods do sistema de defesa do caça, que se localizam nas ponta das asas e é usado para identificar aeronaves inimigas e fazem a prevenção de outros ataques.

Ainda de acordo com a reportagem da revista apenas 10 dos 128 caças estão prontos para eventuais missões reais. Há uma hipótese de que a Alemanha não esteja cumprindo uma regra da OTAN, que requer ao menos 82 unidades de aeronaves de combate em pronto estado para missões reais.

A revista Der Spigel ainda levantou outra questão, que envolve o armamento. Segundo a mídia, apenas quatro caças Eurofighter podem receber mísseis e assim estarem de fato prontos para o combate.

A Luftwaffe confirmou o problema, e disse em um documento oficial que o país tinha 39 dos caças 128 Eurofighter Typhoon prontos para o combate. Vale lembrar que a Luftwaffe ainda tem outros caças, como os Tornados.

DEIXE UMA RESPOSTA