A segunda missão da SpaceX com o foguete Falcon Heavy deu extremamente certo, todos os 3 boosters pousaram e pela primeira vez o foguete colocou um satélite em órbita.

Mas por um detalhe após a missão, a SpaceX perdeu dinheiro.

O pouso do core central do Falcon Heavy ocorreu em uma espécie de balsa localizada no meio do oceano, com sucesso. Mas fortes ondas no mar causaram a desestabilização do foguete, que chegou na costa da Flórida caído e danificado.

“Durante o final de semana, devido às condições adversas do mar, a equipe de recuperação da SpaceX não conseguiu garantir o propulsor central em sua viagem de volta”, disse a SpaceX, de Elon Musk, em comunicado oficial.

“À medida em que as condições pioravam com ondas de dois a três metros de altura, o propulsor não conseguiu ficar de pé e, embora esperássemos trazê-lo de volta intacto, a segurança de nossa equipe sempre tem precedência”, concluiu a empresa.

Nas fotos, realizadas por diversos fotógrafos, conseguimos ver que o core central foi bastante danificado, e uma parte do mesmo ficou no mar.

A SpaceX ainda disse que vai deixar uma balsa adaptada somente para uso do Falcon Heavy, visto que a atual não é adequada para o tamanho e peso do core central. Até então a empresa utilizava uma “adaptação” que permitia trazer o core central para a costa da Flórida.

No entanto, a SpaceX conseguiu recuperar os 2 boosters laterais, além da coifa do foguete (carenagem que reveste a carga, localizada no topo).