MQ-9B drone STOL GA-ASI
Pacote de pouso e decolagem curta para os drones MQ-9B vai incluir asas dobráveis. Imagem: GA-ASI.

A General Atomics Aeronautical Systems (GA-ASI) anunciou hoje (10) que está desenvolvendo uma versão do drone MQ-9B com capacidade de pouso e decolagem curta (STOL).

Nas imagens promocionais da nova versão STOL, a aeronave não tripulada é vista operando a partir de um navio de desembarque anfíbio da Marinha dos EUA. O pacote STOL vai incluir as versões de patrulha e vigilância marítima do MQ-9B, SkyGuardian e SeaGuardian.

A GA-ASI iniciou o desenvolvimento do STOL em 2017, como parte de sua iniciativa Mojave. A capacidade STOL foi inicialmente voada em uma plataforma modificada MQ-1C Gray Eagle Extended Range em 2021, mas agora a empresa começará a desenvolver o STOL no MQ-9B, uma plataforma já selecionada pela Força Aérea Real Britânica, pelo Ministério da Defesa da Bélgica e pela Guarda Costeira do Japão.

Segundo a fabricante, o MQ-9B STOL combinará os drones comprovados de longa autonomia com a versatilidade para executar missões em locais mais austeros, abrindo o envelope operacional para comandantes em todas as Forças e localizações geográficas.

A configuração do MQ-9B STOL consistirá em um kit opcional de asa e cauda que pode ser instalado em menos de um dia. A aeronave principal e seus subsistemas permanecem os mesmos. Os operadores podem realizar a modificação em um hangar ou em uma linha de voo, oferecendo uma capacidade que, de outra forma, exigiria a compra de uma aeronave totalmente nova.  

Imagem: GA-ASI.

“Imagine tirar a capota rígida do seu Jeep. Você o levanta, guarda na garagem e agora você tem um veículo aberto. Se chover, você coloca a capota rígida de volta. Nós somos iguais. Pegue um MQ-9B padrão, coloque o kit STOL e depois voe”, disse o presidente da GA-ASI, David R. Alexander.

O MQ-9B STOL, que faz parte da série Mojave de aeronaves não tripuladas da GA-ASI, também apresenta uma oportunidade para operações futuras a bordo de um porta-aviões ou navio de assalto anfíbio de grande convés. 

As asas se dobram para que o MQ-9B STOL possa ser estacionado no convés ou no hangar, assim como outras aeronaves navais. Quando chegar a hora do lançamento, os operadores irão ligar a aeronave, desdobrar as asas e decolar sobre a proa sem a necessidade de catapultas. 

Imagem: GA-ASI.

A GA-ASI acredita que a Marinha e o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA tomarão nota dessa inovação, pois abre as portas para operações persistentes e de longo alcance de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (ISR) sobre o mar aberto.