A GOL Linhas Aéreas apresentou hoje (11/01) a sua nova perspectiva financeira para 2019, e também uma revisão da frota em que a companhia planeja terminar este ano.

Anteriormente a companhia estava com a previsão de terminar 2019 com uma frota de 121 a 123 aeronaves, agora a estimativa é terminar este ano com algo entre 122 a 125 aviões.

Vale ressaltar que a GOL fechou 2018 com 118 aeronaves na sua frota, dos modelos Boeing 737 NG e 737 MAX.

Para este ano a companhia planeja receber mais aviões do modelo 737 MAX 8, diretamente da fábrica da Boeing, expandindo a sua frota com estes aviões. A maior expansão vai ocorrer na segunda metade do ano, quando a Boeing ficará responsável por entregar mais de 2 novas aeronaves 737 MAX à GOL por mês a partir de julho até dezembro de 2019.

A expectativa é receber 11 aviões 737 MAX 8 somente no segundo semestre de 2019, atualmente a companhia tem seis aviões deste modelo em sua frota.

A companhia declarou anteriormente que planeja devolver para o lessor mais aeronaves do modelo 737 NG, mantendo a perspectiva de crescimento da companhia no próximo ano, sem saturar a oferta de assentos, mas desta vez revisou o crescimento adicional da frota.

A GOL também divulgou em novembro que acelerou seu plano de renovação e modernização da frota, por meio de operações de sale and leaseback de 13 Boeing 737-800 NGs, que serão removidos da frota de forma programada durante 2019-2021. A devolução acelerada de NGs permitirá a GOL terminar 2019 e 2020 com 24 e 34 aeronaves MAX 8 na sua frota, respectivamente.

Com a devolução a empresa também planeja reduzir a sua dívida líquida em R$ 1,1 bilhão.

 

O Boeing 737 MAX da GOL

O Boeing 737 MAX 8 da GOL é equipado com 186 assentos no total, com cabeceira e fabricados pela RECARO. A reclinação é padrão do mercado nacional.

Os assentos ainda estão equipados com as portas USB individuais, que já podemos encontrar em assentos desse modelo nos 737 NG da GOL. Na classe GOL Premium o cliente vai encontrar essas entradas USB abaixo do seu assento, como uma forma de deixar mais acessível e de menor incomodo.

A GOL reforçou anteriormente que o novo 737 MAX é até 15% mais econômico em comparação com suas aeronaves 737 NG mais recentes. Além de gastar menos combustível as aeronaves 737 MAX 8 contam com uma maior autonomia de voo, de até 6500 km (em comparação aos 5500 km atuais) e um MTOW de até 82 toneladas.

A expectativa é, também, gastar até 8% menos de combustível por assento em relação ao modelo A320neo, utilizado pelas concorrentes. O 737 MAX também é mais silencioso, com ruído 40% menor quando comparado ao atual 737 NG.

A Gol realizou uma encomenda de 135 aeronaves 737 MAX (sendo 30 para o MAX 10) que serão entregues até 2028.