A GOL Linhas Aéreas está finalizando nos próximos dias um acordo com a Boeing, relativo à compensação financeira pela paralisação do 737 MAX.

De acordo com o diretor financeiro da companhia, Richard Lark, em uma entrevista à Bloomberg, o acordo deve ser finalizado em até 60 dias, porém, a companhia vai provavelmente optar por um desconto na sua encomenda de aeronaves. O valor negociado é confidencial.

“Estamos nas últimas semanas antes de acertar uma compensação junto à Boeing”, disse Lark. “Isso terá um impacto significativo para nós no médio a longo prazo.”

A GOL tem uma encomenda para 135 aviões 737 MAX 8 e 737 MAX 10, sendo que a companhia já receber sete aviões desse modelo, e deve receber mais 16 aviões em 2020, se a FAA aprovar o retorno do 737 MAX.

 

DEIXE UMA RESPOSTA