GOL estuda novas possibilidades para a sua frota de aviões

GOL

A GOL Linhas Aéreas está estudando um ajuste da sua frota de aeronaves, de acordo com uma recente matéria publicada pela Reuters.

“Conforme a situação se colocar, basta deixarmos os contratos vencerem. Conseguimos reduzir 25% da frota sem esforço, para um total de 100 aviões. Quer dizer, a nova realidade já está contratada pela GOL”, disse Richard Lark, vice-presidente financeiro da GOL em entrevista para o Exame, falando sobre como a empresa vai retomar os voos após a atual crise.

Esse ajuste, na ordem de 25%, equivale à retirada de 30 aviões 737 NG da frota da companhia, em um curto prazo, enquanto a GOL mantém os seus aviões 737 MAX 8 na frota.

De acordo com os diretores da empresa, a GOL tem 29 aviões com contratos de leasing para expirar nos próximos meses, e a companhia pode optar por uma devolução amigável dessas aeronaves, sem o pagamento de multa.

A GOL também já está agilizando a devolução de 11 aviões que estão com contratos de leasing de curta duração, utilizados para expandir o número de voos no verão brasileiro deste ano, e também para substituir alguns 737 NG e MAX que ficaram em solo para reparos.

A GOL deve receber em breve mais de 15 aviões 737 MAX que já estão prontos, após a Boeing obter a nova certificação da aeronave, programada para meados de 2020.

 

DEIXE UMA RESPOSTA