O Aeroporto Estadual Doutor Leite Lopes, em Ribeirão Preto (SP), receberá R$ 88 milhões para a melhoria da infraestrutura do terminal de passageiro, pista de pouso e pátio de aeronaves. O termo de compromisso foi assinado, nesta quinta-feira (24/8), pelo ministro dos Transportes, Portos e Aviação (MT), Maurício Quintella, e o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, em evento realizado no Palácio do Planalto. A licitação e o início das obras estão previstas para 2018.

O projeto executivo será contratado pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), responsável também pela execução das obras. Dos R$ 88 milhões, o governo federal vai repassar ao Estado R$ 80 milhões, o restante será responsabilidade do governo paulista. A liberação dos recursos acontecerá de acordo com o cumprimento das etapas previstas no plano de trabalho.

O ministro Maurício Quintella detalha que o cronograma prevê que os projetos sejam elaborados pelo Daesp até dezembro deste ano e a partir do primeiro semestre de 2018 realize a licitação, contratação e início das obras. “Ribeirão Preto é um importante polo econômico e de desenvolvimento da região e, por isso, precisamos fazer esses investimentos, que vai beneficiar quatro milhões de pessoas”, explicou Quintella.

O projeto do aeroporto Leite Lopes vai contemplar a ampliação do terminal de passageiros, que passará de 3,6 mil m² para 12.000 m²; ampliação da seção contra incêndio, de 600 m² para 930 m²; ampliação em 30 mil m² do pátio de aeronaves; recapeamento dos sistemas de pistas de pouso e decolagem; e implantação de turnaround (área de giro de aeronaves) nas cabeceiras.

O aeroporto é administrado pelo governo de São Paulo e é o quarto maior terminal do estado, atrás apenas de Guarulhos, Congonhas e Viracopos. O Leite Lopes opera voos da aviação geral (executiva) e regulares de empresas aéreas como Latam, Passaredo e Azul, que operam aeronaves como o Airbus A320, E195, E 190, ATR 72.

Em 2016, a movimentação de passageiros foi de 1,02 milhão. Já no primeiro semestre de 2017 foram mais de 446 mil viajantes, de acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Com as obras, o Leite Lopes terá sua infraestrutura ampliada e modernizada, que vai garantir mais segurança operacional e mais conforto aos passageiros.

 

Via – Secretaria de Aviação Civil