Soldados holandeses com um AH-64 Apache ao fundo. Foto: Wasterterp via Wikimedia.

O Departamento de Estado dos EUA, através da Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA), aprovou o fornecimento de suporte logístico e treinamento para tripulantes de AH-64 Apache e CH-47 Chinook para a Força Aérea Real Holandesa. Juntos, os programas tem um valor combinado de US$315 milhões. 

O treinamento para os pilotos de Apache é estimado em US$190 milhões, enquanto a instrução dos pilotos de Chinook é estimada em US$125 milhões. Ambos serão financiados através de Foreign Military Sales (FMS). 

Além do treinamento em si, a ser realizado nos EUA, o contrato prevê o fornecimento de suporte operacional de base, instalações para os instruendos, suporte para softwares e sistemas de armas, documentação e a conversão operacional do AH-64D para o AH-64E.

CH-47 Chinook da Holanda. Foto: Ministério da Defesa Holandês.

As tripulações serão treinadas em Fort Hood (Texas), uma base do Exército Americano. O comunicado da Agência destaca que o “treinamento inclui o exercício AMERICAN FALCON, que serve como um evento de certificação para unidades militares holandesas e pessoal destacado no exterior, muitas vezes apoiando operações de coalizão lideradas pelos Estados Unidos.”

De acordo com a Flightglobal, a Holanda possui 28 helicópteros de ataque Apache e 21 helicópteros de transporte pesado Chinook nas versões CH-47D e CH-47F.