Boeing 747 Cargolux
Versão de carga do Boeing 747-8.

Um passageiro clandestino foi descoberto no trem de pouso dianteiro de um Boeing 747F da Cargolux, na manhã deste último domingo (23/01). De uma forma surpreendente o homem estava vivo, após a aeronave cumprir um voo em alta altitude entre Joanesburgo (África do Sul) e Amsterdã.

O homem foi resgatado por funcionários do aeroporto, que avisaram a polícia holandesa. As autoridades divulgaram que o homem era um jovem africano, e foi transferido para um hospital local.

“Nossa primeira preocupação, é claro, foi com a saúde dele”, disse um porta-voz da polícia holandesa. “Definitivamente, é muito incomum que alguém tenha conseguido sobreviver ao frio a uma altura tão alta – muito, muito incomum”.

Continua depois do anúncio

Por conta das condições adversas para o ser humano, ainda mais por se tratar de um local do avião onde não há pressurização e oxigênio em alta altitude, os viajantes ilegais acabam morrendo sufocados e congelados na maioria das vezes, ou acabam caindo da aeronave em pleno voo.

Após a recuperação do jovem africano, as autoridades locais de imigração deverão cuidar do caso, disse o porta-voz da polícia local.

“Quando o homem estiver recuperado e liberado pelo hospital, ele será processado no Asylum Seekers Center (AZC), onde seu status será determinado se ele realmente está procurando asilo”, disse a porta-voz da Polícia Militar Real Holandesa, Joanne Helmonds, à CNN.

Continua depois do anúncio

Ainda não está esclarecido se o passageiro clandestino entrou no trem de pouso dianteiro do Boeing 747 da Cargolux em Joanesburgo, ou durante uma escala na capital queniana de Nairóbi.