Foto - Honda Aircraft/Divulgação

A Honda Aircraft declarou no último dia 20 de junho um prejuízo de US$ 380 milhões no último ano fiscal, que encerrou em 31 de março de 2018.

O prejuízo é referente à divisão da Honda Motors que engloba a parte de aeronaves, com o HA-420 HondaJet, e da empresa GE Honda Aero Engines, responsável pelos motores do HondaJet.

Nesse mesmo período a empresa entregou 40 jatos do modelo HA-420, sendo que precisou de outros 80 motores para equipar essas aeronaves.

De acordo com a empresa, que ressaltou a pequena melhora em relação ao resultado apresentado em 2017, uma melhora na receita da divisão de aviação deverá garantir a lucratividade nos próximos anos, apesar disso não representar um perigo para a sobrevivência da empresa, já que a Honda Motors teve receita de US$ 140 bilhões, no período.