Advertisement

IATA: demanda mundial de passageiros aumentou 11% em abril

IATA passageiros setor aéreo passagens Viagens aéreas TIM Black voos GOL LATAM

A Associação do Transporte Aéreo Internacional (IATA) divulgou os dados sobre a demanda global de passageiros de abril de 2024, com os seguintes destaques:

  • A demanda total, medida em passageiro pagante por quilômetro (RPKs) aumentou 11,0% em comparação com abril de 2023. A capacidade total, medida em assentos disponíveis por quilômetro (ASKs), subiu 9,6% em relação ao mesmo período do ano passado. A taxa de ocupação foi de 82,4% em abril (aumento de 1,0 ponto percentual em relação a abril de 2023).
  • A demanda internacional aumentou 15,8% em comparação com abril de 2023; a capacidade subiu 14,8% em relação ao mesmo período do ano passado e a taxa de ocupação subiu para 82,2% (aumento de 0,7 ponto percentual em relação a abril de 2023).
  • A demanda doméstica aumentou 4,0% em comparação com abril de 2023; a capacidade subiu 2,1% em relação ao mesmo período do ano passado e a taxa de ocupação foi de 82,6% (aumento de 1,5 pontos percentuais em relação a abril de 2023).

 

IATA demanda passageiros

 

Mercados internacionais de transporte aéreo de passageiros – detalhes por região
 

Todas as regiões apresentaram forte crescimento nos mercados internacionais de passageiros em abril de 2024 em comparação com abril de 2023. A taxa de ocupação aumentou para a maior alta em dois anos, e os aumentos de capacidade foram proporcionais à demanda.
 

As companhias aéreas da região Ásia-Pacífico continuam com o melhor desempenho entre as regiões, apresentando aumento de 32,1% na demanda em abril de 2024 versus abril de 2023. A capacidade subiu 29,3% em relação a abril de 2023 e a taxa de ocupação atingiu 83,7% (aumento de 1,7 ponto percentual em relação a abril de 2023). Destaque para os fortes fluxos de tráfego do Oriente Médio e da África para a Ásia.
 

As companhias aéreas da Europa apresentaram aumento de 10,1% na demanda de abril de 2024 versus abril de 2023. A capacidade subiu 10,0% em relação a abril de 2023 e a taxa de ocupação foi de 83.3% (aumento de apenas 0,1 ponto percentual em relação a abril de 2023). As rotas internacionais da Europa para todas as regiões, exceto para a África, ultrapassaram os níveis pré-COVID.
 

As companhias aéreas do Oriente Médio registraram aumento de 14,2% na demanda de abril de 2024 em comparação com abril de 2023. A capacidade subiu 9,9% e a taxa de ocupação aumentou 3,0 pontos percentuais, atingindo 79.3%, em relação a abril de 2023.
 

As companhias aéreas da América do Norte apresentaram aumento de 6,5% na demanda de abril de 2024 em relação ao mesmo mês de 2023. A capacidade subiu 10,3% e a taxa de ocupação caiu para 81,0% (queda de 2,9 pontos percentuais em relação a abril de 2023).
 

As companhias aéreas da América Latina registraram aumento de 14,5% na demanda de abril de 2024 em relação ao mesmo mês de 2023. A capacidade subiu 13,5% em relação a abril de 2023. A taxa de ocupação atingiu 84,1% (aumento de 0,7 ponto percentual em relação a abril de 2023), a maior entre as regiões.
 

As companhias aéreas da África registraram aumento de 15,5% na demanda de abril de 2024 em comparação com abril de 2023. A capacidade subiu 10,4% em relação a abril de 2023. A taxa de ocupação atingiu 73,0% (aumento de 3,2 pontos percentuais em relação a abril de 2023).

 

Mercados domésticos
 

A demanda interna aumentou em um ritmo mais lento em abril. A taxa de crescimento da China foi moderada, de 4,2%, reflexo do fim da sequência de feriados. O desempenho quase estável do Japão se deve ao final do ano fiscal e início das férias escolares da primavera. No geral, a tendência do indicador RPK do Japão permanece positiva.

 

IATA demanda passageiros

 

 

Leia também: 

 

 

Via: IATA 

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 

Gabriel Benevides

Autor: Gabriel Benevides

Redator Apaixonado por aviões e fotografia, sempre estou em busca de curiosidades no universo da aviação. Contato: [email protected]

Categorias: Notícias, Setor Aéreo

Tags: IATA, Setor Aéreo