Iberia concorda com os termos de compra da Air Europa, e valor chega a quase € 1 bilhão

A companhia aérea espanhola Iberia, que pertence e é controlada pela IAG Group, aceitou com os termos impostos para dar continuidade a compra da concorrente Air Europa. Os valores estão próximos de € 1 bilhão.

O acordo ficou em análise, pois a companhia aérea do Reino Unido, British Airways, que também pertence ao IAG Group, disse que planejava demitir cerca de 12000 funcionários com os impactos causados pela crise do Covid-19.

O CEO da IAG Group defendeu o acordo de compra, pois explicou que a compra está sendo feita pela empresa Iberia, e não o Grupo IAG. 

A compra traria total controle da Iberia sobre a Air Europa, e tornaria Madri como o principal hub da Espanha no Grupo IAG. Mas a compra ainda depende da aprovação dos órgãos reguladores da Espanha.

“A aquisição da Air Europa adicionaria uma nova companhia aérea competitiva e econômica à IAG, consolidando Madri como um hub europeu líder e resultando na IAG alcançando a liderança do Atlântico Sul, gerando, portanto, valor financeiro adicional para nossos acionistas”, afirma Willie Walsh, CEO do Grupo IAG.

Até o momento não há indícios que a empresa e a marca Air Europa vão desaparecer, sendo assim preservados todos os funcionários e aeronaves da empresa. 

Diferente dos funcionários da British, que consideram uma “punhalada” o acordo de compra tendo em risco o seus empregos. Além de cortes no pessoal, há também a possibilidade de os salários dos demais serem reduzidos.


Alguns dias atrás, o CEO da British Airways, Alex Cruz, disse que precisava agir rapidamente e trabalhar com os sindicatos para impedir a IAG de gastar 178 milhões de libras em dinheiro por semana.

A Air Europa conecta a Espanha à Europa, América Latina, América do Norte e África com uma frota de 66 aeronaves, e transportou quase 12 milhões de passageiros em 2019.

 

DEIXE UMA RESPOSTA