Índia está próxima de receber seus novos Boeings 777-300ER presidenciais

A Índia está pronta para receber seus dois novos aviões VIPs da Boeing no próximo mês. A aeronave servirá de transporte para o Primeiro Ministro, Presidente e Vice-Presidente – o equivalente da Índia ao “Air Force One”

Os dois 777-300ER, originalmente entregues à Air India, foram adquiridos e enviados para uma instalação da Boeing em fevereiro para serem equipados com novos sistemas de segurança.

A Índia planejava induzir uma frota de longa distância de aeronaves apenas para uso VIP. Para esse fim, o governo adquiriu dois novos 777-300ER da Air India. Os dois 777 foram projetados para uso comercial, mas agora serão usados ​​apenas para transportar a liderança do país.

Isso provavelmente permitiu ao governo economizar tempo ao não precisar fazer um novo pedido de aeronave e ser colocado em uma fila de entrega. Isso também poderia ser uma medida de redução de custos, já que a Air India provavelmente comprou os aviões com um desconto muito alto em 2006.

A decisão de adquirir duas novas aeronaves é uma ruptura com o passado. Anteriormente, o governo usava uma frota de Boeing 747-400 que estavam em serviço comercial pela Air India. Esses aviões foram adaptados com alguns recursos de segurança e seriam simplesmente removidos do serviço de passageiros para servir como aeronaves VIP. 

No entanto, a crescente ineficiência e idade do avião, juntamente com os requisitos de segurança, provavelmente fizeram o governo optar por novas aeronaves.

As aeronaves VIP da Índia foram chamadas Air India One, uma referência às aeronaves da Air India e a presença do primeiro-ministro, presidente ou vice-presidente. Os novos 777s terão uma decoração aprimorada, com apenas a palavra “Índia” pintada em inglês e hindi, com o emblema do país no centro. A cauda também possui uma bandeira indiana, remanescente do Air Force One.


O objetivo principal dos novos aviões é oferecer segurança avançada aos passageiros a bordo. Para equipar esses recursos de segurança, as aeronaves foram enviadas para uma instalação da Boeing em Dallas, Texas , em fevereiro. Os novos recursos significam que o avião será totalmente operado pela Força Aérea Indiana, e não pela Air India.

O avião contará com suítes de autoproteção (SPS) e contra medidas infravermelhas para aeronaves de grande porte (LAIRCM). O avião também incluirá Suítes de Guerra Eletrônica Avançada para contra medidas enquanto estiver no ar. Devido à natureza sensível desses sistemas de segurança, a Índia precisava da aprovação do Departamento de Estado para comprá-los. Só os sistemas de segurança custam US$ 190 milhões.

Embora os novos aviões VIP sejam definitivamente um projeto caro, com quase US $ 780 milhões destinados, eles oferecem aos funcionários do governo a segurança necessária para viajar.

 

DEIXE UMA RESPOSTA