Winglet Trinitair. Imagem: The Aircraft Performance Company/Divulgação.

Um novo winglet “triplo” será instalado e testado e um Airbus A330 da companhia portuguesa Hi Fly. O novo equipamento é desenvolvido pela empresa alemã The Aircraft Performance Company GmbH (APC). 

Chamado de Trinitair, o winglet da APC promete aumentar ainda mais a performance das aeronaves, reduzindo o consumo de um A330 entre 1% e 2%. “Pode parecer um percentual pequeno, mas em um voo de Frankfurt para Nova York economiza 600 quilos de combustível, e entre Frankfurt e Hong Kong o dobro disso”, diz a fabricante do produto.

Além disso, cada quilo de querosene economizado reduz as emissões de CO2 em 3,16 quilos, de acordo com o portal alemão FlugRevueA economia de combustível também reduz o desgaste dos motores. Segundo a APC, o novo winglet pode ser instalado em apenas um dia. A Hi Fly quer ser a primeira companhia aérea do mundo a instalar o Trinitair em um A330 e testá-lo em voo ainda neste ano.

Winglet Trinitair. Imagem: The Aircraft Performance Company/Divulgação.

“Em um setor que está cada vez mais preocupado em preservar o nosso planeta e se perguntando como pode contribuir positivamente para ele no dia-a-dia, investir em tecnologia verde é o caminho certo a seguir”, disse Paulo Mirpuri, presidente da Hi Fly e a Fundação Mirpuri.

Harald Zirngibl, diretor administrativo da APC, disse: “A solução de três lâminas foi literalmente criada em um guardanapo. Não só reduz o consumo de combustível, mas também melhora o desempenho geral do voo. Usamos descobertas bem fundamentadas e patenteadas da mecânica dos fluidos e mecânica estrutural para garantir a distribuição de pressão ideal. Para fazer isso, influenciamos o fluxo local e distribuímos o vórtice resultante. Não precisamos esperar pelo grande avanço, tomamos medidas para reduzir as emissões e começar imediatamente.”

Segundo o Luchtvaart Nieuws, uma vez certificado, o winglet pode ser instalado rapidamente em aeronaves existentes. Instalados nas pontas das asas de aviões, os winglets servem para reduzir o arrasto induzido que gera vórtices nas pontas das asas.