F-16D iraquiano- Foto autor desconhecido

A Força Aérea do Iraque recebeu na semana passada mais seis caças Lockheed Martin F-16 Fighting Falcon.

Uma cerimônia foi organizada na Base Aérea de Balad, com a presença do comandante da Força Aérea Iraquiana (IqAF), tenente-general Hama Ameen.

Desde o fim do conflito em 2003, entre o Iraque e os EUA e da morte por enforcamento do presidente em questão do país, Saddam Hussein, a Força Aérea do país situado no Golfo Pérsico tenta remontar sua frota de aeronaves, principalmente as de defesa aérea.

Hoje a força aérea iraquiana já conta com 21 caças F-16, sendo 18 da versão monoplace (F-16C), com a chegada das seis novas aeronaves, o total de caças F-16 Falcon do Iraque sobe para 27 unidades.

Certamente a venda dos caças F-16 tem o consentimento dos EUA, coordenada pelo Departamento de Defesa e pela Agência de Cooperação de Segurança e Defesa (DSCA).

É importante o Iraque ter uma defesa aérea forte, pois a localização geográfica do país o coloca diretamente em fronteira com países como a Síria e Irã que têm grandes problemas internacionais, inclusive com os EUA.