• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Jatinho de Elvis Presley será leiloado pela terceira vez

Fabricado em 1962, Lockheed JetStar pertenceu ao Rei do Rock, Elvis Presley, por alguns meses.
Fabricado em 1962, Lockheed JetStar pertenceu ao Rei do Rock, Elvis Presley, por alguns meses antes de sua morte. Foto: Mecum Auction Company.

Elvis Presley “deixou o prédio” há 45 anos, mas seu legado ainda é muito presente, algo reforçado pelo recente longa-metragem Elvis do diretor Baz Luhrmann. Um dos clássicos jatinhos Lockheed JetStar do Rei do Rock será leiloado em janeiro de 2023 depois de passar mais de 30 anos abandonado em Roswell, Novo México. 

A cidade de clima desértico é mais conhecida por suas histórias envolvendo avistamentos de OVNIs, mas desde 1992 é residência de um clássico avião que pertenceu a Elvis, falecido em 1977 vítima de um ataque cardíaco.

Poltronas de veludo vermelho são destaque no interior do jatinho de Elvis.

Poltronas de veludo vermelho são destaque no interior do jatinho de Elvis. Foto: Mecum Auction Company.

Na verdade, essa não é a primeira vez que a aeronave é anunciada como lote de leilão. Em 2008 a leiloeira GWS Auction de Beverly Hills tentou vender o avião, mas não obteve o valor mínimo. Nove anos depois o jato foi novamente a leilão, sendo arrematado por US$ 430 mil na época. No entanto, não se sabe as razões por trás do perene abandono do antigo jatinho. 

Agora a aeronave fabricada em 1962 será ofertada pela Mecum Auction Company no início do ano que vem. Apesar da fama do JetStar, a empresa ainda não divulgou o valor do lance mínimo. 

Aeronave está abandonada em Roswell desde a década de 1990.

Aeronave está abandonada em Roswell desde a década de 1990.

Este foi o terceiro e último avião adquirido pelo cantor. O contrato do JetStar foi assinado por ele e seu pai Vernon por US$ 840 mil, três dias antes do Natal de 1976.

A aeronave chegou a receber a matrícula N20TF, juntando-se a outros dois aviões de Elvis: o Convair 880 batizado como Lisa Marie, em homenagem a sua filha, e um outro JetStar. Também chamados de Hound Dog 1 e 2, respectivamente, os jatos hoje estão preservados em Graceland, a famosa residência onde o cantor morreu menos de um ano depois de ter comprado o JetStar que será vendido. 

Foto: Mecum Auction Company.

Desenvolvido nos anos 1950 pela Lockheed (atual Lockheed Martin), o JetStar teve dois protótipos e 202 unidades de produção. Além de transportar vários “ricaços”, o quadrijato também serviu em forças aéreas e outras instituições de governo para transporte de autoridades. 

Assim como as outras “naves” do Rei, o jatinho que pertenceu a Elvis recebeu um interior extremamente luxuoso, com seis poltronas giratórias e um sofá de veludo vermelho, painéis de madeira, lavatório com penteadeira, micro-ondas e um conjunto de televisão com tocador de fitas da RCA, algo que para época estava no estado da arte em termos de aviação executiva. A cabine de passageiros colorida contrasta com o cockpit cinza, tomado por buracos e fios no painel que antes abrigava os instrumentos de voo. 

Itens como televisão e tocador de fitas eram artigos de luxo no jato adquirido por Presley meses antes de sua morte.

Itens como televisão e tocador de fitas eram artigos de luxo no jato adquirido por Presley meses antes de sua morte. Foto: Mecum Auction Company.

Do lado de fora, a pintura vermelha com listras prateadas também está em péssimo estado, e os antigos motores Pratt & Whitney JT21, montados em pods duplos na traseira da aeronave, também foram retirados. 

A leiloeira ainda afirma que o jato é “Uma incrível oportunidade de restauração para criar uma exposição de Elvis para o mundo apreciar.”

 

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 


Estudante de Jornalismo na UFRGS, spotter e entusiasta de aviação militar.