JetSmart começa a analisar possibilidades no Brasil e na Colômbia

JetSmart

Enquanto algumas das tradicionais companhias aéreas da América do Sul e Latina encolhem as suas operações, ou retomam de forma lenta, a JetSmart aposta em uma mínima agilidade de mercado.

A companhia de baixo custo está acelerando a sua retomada de voos, e semanas atrás declarou que vai lançar voos domésticos no Peru. A movimentação de mercado é para aproveitar um espaço deixado pela Avianca Peru, que encerrou as suas operações.

O desafio é agora concorrer com a LATAM Peru, que está enfrentando uma recuperação judicial neste momento. A JetSmart já opera voos no Chile, e tem uma filial na Argentina.

Mas nos novos planos da JetSmart estão os mercados do Brasil e da Colômbia. No momento ela analisa a entrada no mercado doméstico de aviação nesses dois países.

No caso a JetSmart pode se aproveitar do espaço de duas companhias que estão em recuperação judicial, a Avianca e a LATAM, e reformulando todas as suas operações com redução até mesmo dos voos.

O diretor-presidente da JetSmart, Estuardo Ortiz, disse sobre o interesse da companhia na Colômbia e no Brasil:

“Estamos planejando acelerar nossa expansão com base em como o mercado se recupera e estamos em uma boa posição para fazê-lo”.


A JetSmart já realiza voos internacionais para o Brasil, com passagens de baixo custo. Foto – Will Recarey/Aeroporto de Salvador

Apesar de só ter 17 aviões no total, a JetSmart tem por trás o grupo Indigo Partners. Este grupo é responsável pela administração de aéreas de sucesso como a Frontier e a IndiGo, sendo que esta última está forçando uma reformulação das clássicas do país, levando à falência até da Jet Airways.

A IndiGo, por sua vez, fez uma encomenda para mais de 500 aeronaves do modelo Airbus A320neo, utilizada em voos de pequena ou média distância. No Brasil, a LATAM e Azul utilizam aeronaves deste mesmo modelo.

 

Em nota ao Portal Aeroflap na última semana de julho a JetSmart disse:

A JetSMART está constantemente explorando novas oportunidades e novos mercados, pois entende que a aviação de baixo custo tem uma demanda ainda não atendida na América do Sul, região onde existe uma grande necessidade de conectividade e descentralização.

Atualmente, a JetSMART opera voos domésticos no Chile e na Argentina e, internacionalmente, está presente na Colômbia, Brasil e Peru, o que a torna uma companhia aérea com o objetivo de conectar todas as famílias da América Latina.

Em julho, a JetSMART decidiu iniciar o processo de certificação para voos domésticos no Peru e continua analisando de perto mercados como Brasil e Colômbia.

A companhia classifica o potencial de voos domésticos nesses dois países como relevante, mas o Peru é, sem dúvida, o principal foco para a empresa neste momento com o objetivo de desenvolver uma companhia aérea local. Por enquanto, os esforços da empresa também estão direcionados à consolidação das operações domésticas no Chile e na Argentina.

A JetSMART conta com uma frota de aeronaves jovem e moderna, atualmente composta por 17 aeronaves, das quais seis são os modernos Airbus A320neo. O objetivo da empresa é tornar o transporte aéreo acessível a todas as pessoas do continente com preços ultra baixos sempre.

Paralelamente, para proteger a segurança de seus passageiros, a JetSMART desenvolveu um rigoroso protocolo de higiene e biossegurança denominado Compromisso SMART, que consiste em uma série de medidas realizadas antes, durante e após o voo, e que são estabelecidas de acordo com todos os requisitos definido pela IATA, ICAO, Airbus e OMS.

 

DEIXE UMA RESPOSTA