KC-390 Millennium e KC-130 Hércules. Foto: Soldado A. Soares/FAB.

A frota de KC-390 Millennium da Força Aérea Brasileira segue operando de forma ininterrupta, demonstrando as capacidades de rápido desdobramento da nova aeronave. Enquanto um dos quatro KC-390 em serviço está em envolvido em missão humanitária no Haiti, outra aeronave prestou socorro a um C-130M Hércules em Ushuaia. 

Segundo informações apuradas pela Revista Força Aéreao KC-390, matrícula FAB 2855, do Esquadrão Zeus (1º GTT) foi acionado depois que o C-130 Hércules FAB 2471 do Esquadrão Gordo (1°/1º GT) sofreu uma pane no motor quando estava envolvido em voos de ressuprimento para militares e pesquisadores da Estação Comandante Ferraz, na Antártica. 

No dia 20/08, sexta-feira, o jato tático multimissão foi enviado à Base Aérea do Galeão (RJ), sede do Gordo, onde foi carregado com “dois motores, um jogo de hélices, ferramental e equipamentos” para socorrer o C-130, afirma o portal. No dia 21, o 2855 saiu de Anápolis com destino à Pelotas (RS), mas só pode decolar para Ushuaia no dia seguinte, às 07h57, por conta de “entraves burocráticos da autoridade sanitária argentina”. Operando sob o código-rádio BRS55, o KC-390 pousou no extremo sul argentino às 12h26. 

A aeronave ficou em solo argentino por pouco mais de 2h30, descarregando os materiais para os reparos do C-130 e sendo reabastecida. O 2855 decolou às 14h09, pousando novamente em Pelotas às 19h08, onde a tripulação pernoitou. Na manhã da última segunda-feira (23), o KC-390 decolou com destino ao Aeroporto do Galeão. Segundo a Revista, o C-130 seguirá na Operação Antártica (OPERANTAR) depois que for reparado. É previsto que o “Gordo 71” retorne ao Brasil nesta terça-feira ou ainda amanhã.

Atualmente a FAB possui quatro KC-390 em serviço no Esquadrão Zeus, unidade que tem como sede a Ala 2 (Base Aérea de Anápolis), em Goiás. O Zeus foi escolhido como unidade responsável pela implantação da aeronave multimissão na FAB, trabalho que está sendo realizado desde setembro de 2019, quando o primeiro KC-390 foi entregue à Força Aérea. 

Desde então, o novo avião vem sendo empregado em diversas missões, com destaque para a Operação COVID-19, onde foi usado no transporte de oxigênio líquido e gasoso, hospitais de campanha, viaturas, insumos, equipamentos médicos, vacinas e demais materiais para diversas localidades do Brasil, principalmente Manaus (AM) que teve um grande colapso de seu sistema de saúde. 

O KC-390 pode transportar 26 toneladas de carga concentrada ou 23 toneladas distribuídas, de acordo com as necessidades da missão. Futuramente, a aeronave poderá realizar missões de reabastecimento em voo, combate a incêndio, reconhecimento e busca e salvamento, capacidades que ainda estão sendo desenvolvidas pela Embraer junto à FAB. 

DEIXE UMA RESPOSTA