KC-390
Foto: Força Aérea Brasileira

No período de 13 a 15 de dezembro foi realizado o 3º voo de apoio logístico à Operação Antártica XL, com a movimentação de material e pessoal entre o Brasil e Punta Arenas -Chile.

Realizado pela 1ª vez com o KC-390, estavam a bordo da aeronave pesquisadores de 7 projetos apoiados na 1ª etapa da Operação, e os 16 componentes do Grupo-Base “Polaris”, que retornarão ao Brasil após 13 meses na Estação Antártica Comandante Ferraz.

Entretanto, aeronave escalada para a missão especial foi o FAB2854 pertencente ao Esquadrão Zeus e operado pelo 1ºGTT. O KC-390 decolou da Base Aérea do Galeão em direção ao aeroporto internacional de Punta Arenas, mas com uma parada no internacional de Pelotas antes de chegar ao destino final.

Denominado PROANTAR, o Programa Antártico Brasileiro desde 1982 é o carro-chefe nas pesquisas científicas do Brasil na Antártica. O Programa conta com pesquisadores de todo o Brasil, coordenado pela Marinha do Brasil, além da participação da Força Aérea Brasileira no suporte aéreo logístico que geralmente emprega o C-130 Hércules com voos periódicos até a Antártica.

Contudo, o PROANTAR tem como finalidade a promoção da pesquisa científica com a finalidade de compreender os fenômenos que ali correm, que tenham repercussão global e, especificamente, sobre o território brasileiro, assegurando a participação do Brasil nos processos decisórios relativos ao futuro daquele continente. 

Em função das restrições impostas pela COVID-19, ainda não foi possível a certificação do KC-390 para pouso na pista chilena na Antártica, mas o pouso em Punta Arenas é o primeiro passo deste desafio.

Com informações: Força Aérea Brasileira e Marinha do Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA