LATAM

A LATAM vai inaugurar em 1º de novembro deste ano a sua primeira rota internacional em Curitiba, com 3 voos diretos por semana para Santiago, no Chile.

A iniciativa, além de ampliar a conectividade no Paraná, tornará Curitiba a quinta cidade brasileira a contar com voos internacionais da LATAM, depois de Fortaleza, Porto Alegre e Rio de Janeiro (Galeão) e São Paulo (Guarulhos).

Atualmente, a capital paranaense é uma das cidades-foco dos investimentos da companhia, que já voltou a voar para 20 destinos internacionais a partir do Brasil (antes da pandemia de Covid-19 eram 26 destinos). 

De acordo com Aline Mafra, diretora de Marketing e Vendas da LATAM Brasil, além de atender à demanda atual, a inclusão de Curitiba entre os aeroportos com voos internacionais reflete o processo de retomada do mercado internacional pela companhia.

“Curitiba merece esse investimento e nosso foco continua sendo o crescimento sustentável da nossa malha aérea, alocando oferta onde há demanda potencial. Além de retomar e inaugurar voos, estamos conseguindo diversificar os aeroportos com operações internacionais. Isso gera valor para diferentes regiões do Brasil e mais conforto para os clientes em termos de conectividade e tempo de viagem”.

Comparado com um voo com conexão em São Paulo, por exemplo, o voo direto Curitiba-Santiago reduzirá em quase 50% o tempo total de viagem entre as duas cidades na América do Sul. As passagens aéreas para a nova rota já estão à venda em latam.com e demais canais de venda.

 

CURITIBA-SANTIAGO TERÁ 3 VOOS SEMANAIS

A nova rota terá três voos semanais, que decolarão de Curitiba nas terças-feiras, quintas-feiras e sábados às 19h25, com duração de 2h45. A partir de Santiago, os voos decolarão nos mesmos dias às 13h05, com 4h25 de duração.

Os voos serão operados com aeronaves Airbus A320, que possuem capacidade para até 176 passageiros (8 Premium Economy e 168 Economy).

Ao todo, a LATAM já voltou a voar do Brasil para 20 destinos internacionais (eram 26 antes da pandemia de Covid-19). Os destinos já reativados são: Assunção, Barcelona, Bogotá, Buenos Aires/Aeroparque, Buenos Aires/Ezeiza, Cidade do México, Frankfurt, Lima, Lisboa, Londres, Madri, Mendoza, Miami, Milão, Montevidéu, Nova York, Orlando, Paris, Santiago e Roma.

Além disso, fora do eixo Rio-São Paulo, os clientes possuem opções a partir de Fortaleza (com voos para Miami) ou Porto Alegre (com voos para Lima), ambos também retomados em julho.

Para este ano, a companhia prevê retomar as rotas São Paulo/Guarulhos-Boston (3 voos semanais) e Rio de Janeiro/Galeão-Buenos Aires/Ezeiza (3 voos semanais), ambos em outubro de 2022.

Até dezembro, a companhia prevê acrescentar mais voos diretos em rotas como Buenos Aires/Ezeiza-São Paulo/Guarulhos (20 voos semanais), Rio de Janeiro/Galeão-Santiago (12 voos semanais), São Paulo/Guarulhos-Lima (18 voos semanais), São Paulo/Guarulhos-Miami (14 voos semanais) e São Paulo/Guarulhos-Montevidéu (12 voos semanais).

Do primeiro para o segundo trimestre deste ano, a LATAM registrou aumento de 60% nas vendas de passagens internacionais no Brasil. O crescimento comprova que a busca por viagens ao exterior voltou a aquecer nos últimos três meses.