Foto - LATAM/Divulgação

Aeronaves cargueiras da LATAM Cargo (do modelo B767-300F) decolaram da Colômbia e do Equador para transportar flores ao mundo e dar vida à temporada de 2019 de São Valentim, o dia dos namorados em diversos países do mundo e época do ano que, juntamente com o dia das Mães, atinge picos nas exportações de flores.

Rosas vermelhas, buquês mistos, cravos, pompons, lírios, gipsofilas e folhagens foram os protagonistas da temporada que começou na semana de 14 de janeiro e terminou no dia 8 de fevereiro, com mais de 9.000 toneladas de flores transportadas.

Durante as quatro semanas que antecederam o Dia de São Valentim, a LATAM Cargo transportou flores a partir da Colômbia, especificamente de Bogotá e Medellín, e de Quito, no Equador, para a América do Norte, Europa, Ásia, América do Sul e Oceania, conectividade viável graças aos mais de 140 destinos que compõem a rede da LATAM Cargo e que permite conectar a América Latina ao mundo.

Para atender as necessidades de seus clientes, a LATAM Cargo, empresa líder no transporte de carga aérea para e a partir da América Latina, aumentou a frequência de viagens de cargas na Colômbia de 12 (seis de Bogotá, seis de Medellín) para 23 voos durante a semana com a maior demanda.

O mesmo ocorreu no Equador, passando de 10 voos de carga para 31 frequências na semana de pico. Durante o processo, a operação foi 2.4 vezes maior que em uma semana regular, transportando um total de 4.180 toneladas de flores da Colômbia e 4.920 toneladas do Equador.

O principal país consumidor de flores da temporada foram os Estados Unidos, com especial relevância para a cidade de Miami, recebendo 8050 toneladas, equivalentes a 88% das flores transportadas pela LATAM Cargo durante o Dia de São Valentim, quase o dobro do período normal. Miami é um dos centros de distribuição mais importantes do mundo, que é a base das operações de carga do Grupo LATAM Airlines.

Na sequência, Amsterdã também foi um grande consumidor na temporada, com 500 toneladas (6%). Na sequência, em menor escala, Hong Kong, Xangai e Pequim (China), Madrid (Espanha) e Paris (França). As flores também foram transportadas para Nova York (EUA), Santiago (Chile) e Nova Zelândia, entre outros destinos.