LATAM Boeing 787
Foto: LATAM/Divulgação

Em relatório publicado pelo El Mercurio Inversiones, o banco de investimento reduziu o preço-alvo das ações da LATAM, cotadas em NY de US$ 2 para US$ 0,01 e mudou sua perspectiva de segurar para vender.

De qualquer forma, o movimento é apenas especulativo dos investidores, visto que a LATAM assinou no último dia 10 de novembro um novo contrato para sacar US$ 200 milhões de financiamento.

A companhia ainda apresentará no próximo dia 26 de novembro a sua proposta de reestruturação, onde pode realizar a diluição (ou não) do seu capital para obter novos financiamentos, no valor de até US$ 5 bilhões. Se a LATAM optar pela diluição do capital, todas as ações terão o seu valor reduzido, em relação ao valor de mercado da empresa.

 

Com informações de La Tercera.

DEIXE UMA RESPOSTA